Ministério Público do Rio de Janeiro denuncia o ex-BBB Marcos Harter

Participante foi expulso do 'BBB 17' sob suspeita de agressão

Por O Dia

Rio - O ex-BBB Marcos Harter foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), na manhã desta segunda-feira. O cirurgião é acusado de agredir a participante Emily Araújo durante as gravações do reality.

Em nota emitida pelo MPRJ, a assessoria explica a ocorrência do caso: "Segundo a denúncia, na festa Retrô, que aconteceu no programa, Marcos agrediu Emilly com fortes beliscões, que causaram um hematoma no braço esquerdo da vítima, por motivo fútil, que seria ciúmes. Em outro momento, o denunciado ofendeu novamente a integridade corporal de Emilly, com um apertão no antebraço direito, que acarretou um novo hematoma roxo. As lesões constam em Laudo de Corpo Delito."

O cirurgião Marcos Harter foi expulso do 'BBB '7' após a produção do programa considerar que o participante cometeu agressão a EmilyReprodução TV

De acordo com o promotor de Justiça Gianfilippo Pianezzola, "os crimes foram praticados no âmbito de uma relação íntima de afeto, já que Marcos mantinha um relacionamento amoroso com Emilly".

Segundo Gianfilippo, as agressões físicas e psicológicas sofridas por Emily no programa se enquadram como violência doméstica e familiar. A partir de agora, o caso será analisado pela Justiça, que irá determinar se Marcos vira réu no processo. 

Expulsão do 'BBB 17'

Marcos foi expulso da casa do 'Big Brother Brasil 17', na noite desta segunda-feira, após a produção do programa concluir que ele agrediu a estudante Emilly Araújo, 20 anos, no domingo, em decorrência de investigação da Deam.

Na ocasião, Marcos segurou Emilly pelos braços e gritou com a sister enquanto apontava o dedo em sua face. Em outro momento, internautas relataram que o brother bateu a cabeça da gêmea no chão enquanto ficava em cima dela.

Na abertura do reality, o apresentador Tiago Leifert anunciou a medida. "O Big Brother é um programa que reflete a vida real e, como tal, os fatos da vida. Continuando o episódio de ontem, a Polícia Civil esteve na casa e colheu depoimentos de Marcos e Emilly. Eles foram ouvidos separadamente no confessionário e Emilly teve todo o apoio da produção no caso. A polícia concluiu que há indícios de agressão. Sendo assim, Marcos está eliminado do programa. Vamos anunciar que as meninas serão as finalistas. A nossa casa está inserida no contexto da vida, no contexto da lei. Peço a vocês compreensão e paciência", disse. 

Últimas de Rio De Janeiro