Vaquinha virtual para lançar foguete

Evento nacional que reúne 100 mil alunos por ano corre risco de não ser realizado

Por O Dia

Rio - Imagine criar um foguete, e através dele, ser reconhecido dentro e fora do Brasil. É isso que a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica busca fazer anualmente com a Mostra Brasileira de Foguetes. No entanto, a 11ª edição do evento neste ano corre risco de não acontecer, devido a falta de recursos.

Mostra de foguete é realizada em Barra do Piraí%2C na região Sul do RioDivulgação / Carlos Pinho

Na tentativa de driblar a crise, organizadores promovem uma vaquinha virtual. Até ontem, mais de R$ 6 mil havia sido arrecadado. O objetivo é alcançar R$ 50 mil para custear as medalhas e miniaturas de foguetes. A campanha de recolhimento vai até outubro.

Mais de 100 mil jovens de 10 mil escolas do Brasil devem participar da mostra, em Barra do Piraí, que avalia a capacidade dos estudantes de construir e lançar foguetes feitos com garrafa pet e movidos a vinagre e bicarbonato de sódio.

“O evento estimula o trabalho em equipe, por isso é fundamental para os alunos”, disse o coordenador da Olímpiada, João Canalle.

Últimas de Rio De Janeiro