'A gente sonhava em ter um filho', lamenta mulher de atleta morto em Caxias

Rapaz foi morto a tiros na Rodovia Washington Luiz no último domingo

Por O Dia

Atleta de handebol%2C George Felipe foi vítima de uma tentativa de assaltoReprodução Facebook

Rio - O atleta de handebol George Felipe da Silva Pereira foi enterrado no Cemitério Tanque do Anil, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, no início da tarde desta quinta-feira. Ele foi morto a tiros enquanto passava pela Rodovia Washington Luiz no último domingo.

Pelo menos cem pessoas acompanharam o velório e o enterro do jovem. Ele foi velado com a camisa do Rio Handbeach, time em que era goleiro. "A gente acredita na Justiça. Esperamos que esse crime bárbaro não fique impune", afirmou a irmã da vítima, Gleica Pereira, de 26 anos.

Emocionada, a mulher do atleta, Iara Reis dos Santos, contou que eles sonhavam em ter um filho. O casal estava junto há cinco anos.

"Ele foi promovido na empresa de segurança [onde o rapaz trabalhava], saímos da nossa quitinete e fomos morar em um apartamento maior em Jardim Gramacho. Ele queria completar os estudos e o sonho dele era fazer administração", completou a atendente.

?Reportagem do estagiário Rafael Nascimento

Últimas de Rio De Janeiro