Família pede informações sobre desaparecimento de jovem na Taquara

João Pedro de Oliveira da Costa saiu de casa na manhã da última quinta-feira e não retornou

Por O Dia

João Pedro de Oliveira da Costa%2C 16%2C saiu de casa na quinta-feira e não retornouReprodução Internet

Rio - O caso do desaparecimento de um jovem da Zona Oeste está sendo divulgado nas redes sociais desde a noite deste sábado. Segundo postagens de amigos e familiares no Facebook, João Pedro de Oliveira da Costa, 16, saiu de casa, na Taquara, na manhã de quinta-feira, por volta das 11h, e não retornou. Um grupo de milicianos, que atua na região, teria jurado alguns amigos do rapaz de morte.

Conhecidos de João, que não quiseram se identificar, relataram que ele estava andando com 'más companhias' desde que começou a estudar em um supletivo noturno no bairro.

Eles mencionaram a existência de uma lista de rapazes jurados de morte pela milícia local, e disseram que João Pedro fez amizade com alguns deles: "Encontraram essa lista nas mãos de alguns meninos que apareceram mortos aqui na região. Não sabemos se estavam envolvidos com roubo ou tráfico, mas eram usuários de maconha. O João defendia os amigos, dizia que sabia que faziam coisas erradas, mas tinham bom coração". 

Parentes relataram que a preocupação começou porque João passou a chegar cada vez mais tarde em casa após as aulas: "Ele começou a chegar às dez, às onze, meia-noite". O Conselho Tutelar passou a acompanhar o caso e sugeriu uma mudança de escola, mas João não queria ser separado dos amigos. "Ele ficou revoltado. Passou uma semana na casa da avó e voltou para casa, mas no dia seguinte saiu e não voltou mais", lamentaram.

A mãe do jovem pediu que, quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de João, entre em contato pelo Whatsapp através do número (21) 97544-3575. "A família está preocupada, ou melhor, desesperada com esse sumiço. Se possível, compartilhem", pede a postagem. 

Últimas de Rio De Janeiro