Reclamar Adianta: Para evitar dor de cabeça

Empresas que enviam cobrança por correspondência postal são obrigadas a oferecer outra forma de pagamento que seja viável ao consumidor, como internet, sede da empresa ou depósito bancário

Por O Dia

Rio - O consumidor que contratar os Correios, como para a entrega de encomendas, e estes não forem prestados, tem direito ao ressarcimento do valor pago. Em caso de não entrega, acarretará dano moral ou material, cabendo acionar a Justiça em busca de indenização. Já as empresas que enviam cobrança por correspondência postal são obrigadas a oferecer outra forma de pagamento que seja viável ao consumidor, como internet, sede da empresa ou depósito bancário.

Essas alternativas devem ser divulgadas amplamente. Vale lembrar que não receber a fatura ou o boleto bancário não o isenta de pagar. Caso não receba os boletos bancários, por conta da greve, o cliente deve entrar em contato com a empresa credora, antes do vencimento, e solicitar outra opção de pagamento. Se a empresa não disponibilizar essas formas alternativas para pagar, deve prorrogar o vencimento da conta.

Quero meu crédito

Tenho direito a um crédito de R$ 25,50 referente à reversão de anuidade, tendo em vista o pedido de cancelamento deste meu cartão no mês passado. Liguei para o banco a fim de solicitar o crédito em crédito, mas a ligação, propositalmente ou não, ‘cai’, e eles não podem ligar para o cliente. Luiz Gustavo Viana dos Santos, Olaria 

O Santander informa que contatou o Sr. Luiz Gustavo Viana dos Santos e prestou esclarecimentos sobre a sua demanda. O caso foi resolvido. Assessoria do Santander

'Com pessoas certas, treinamento e reciclagens para funcionários, sua empresa estará bem encaminhada', diz Roberto Barretto%2C Diretor do Brasillis%2C há mais de 25 anos no mercado de idiomasDivulgação

Internet lenta

Venho pedir ajuda junto à Net. Minha Internet está muito, muito ruim, oscila o tempo todo e é muito lenta. Já liguei muitíssimas vezes, o técnico vem à minha residência, mas nunca resolve o problema de forma definitiva. Het Carvalho, Humaitá 

Em atenção à mensagem enviada em nome do Sr. Het de Carvalho, a Net informa que, em contato com o cliente, confirmou a normalização do serviço. A operadora permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos. Assessoria de Imprensa Net

Poda de árvore

Na porta da minha casa tem uma amendoeira que precisa ser podada. Os galhos estão em conflitos com os fios de alta tensão, inclusive uma criança já levou um choque. Tenho mais de 15 protocolos junto à Comlurb. Raphael Souto, Campo Grande 

A Comlurb informa que foi realizada vistoria por engenheiro florestal/agrônomo que constatou a necessidade do apoio da Light para a realização do serviço. A concessionária já foi solicitada para providenciar o desligamento da rede elétrica para que o serviço de poda possa ser realizado com segurança. Assessoria da Comlurb

Fui enganada!

A Oi ofereceu plano que incluía ligações ilimitadas para fixo e móvel da Oi, internet ilimitada e compartilhamento com 4 linhas Oi. Ao tentar pega os chips, soube que o plano não existe. Pedi o cancelamento, mas querem me cobrar multa de fidelidade! Maria do C. G. da Silva, Grajaú

Em relação à cliente Maria do Carmo, realizamos contato com a mesma no dia 26/04 para tratar sua solicitação. Informamos que as faturas em questão foram contestadas e a mesma segue ciente de todas as orientações e informações recebidas. Assessoria de Imprensa Oi

Juliana Costa Leal%2C da Areal Pires AdvogadosDivulgação

Dúvidas Frequentes

Com Juliana Costa Leal, da Areal Pires Advogados

Os planos coletivos são mais baratos que os individuais? Contratar plano coletivo é mais vantajoso? Segundo a advogada Juliana Costa Leal, especialista em Direito à Saúde, os preços dos planos coletivos geralmente são mais baratos, por intermediação da empregadora, associação ou sindicato. Mas, nem sempre é mais vantajoso. O indivíduo entra com um valor mais baixo no plano coletivo, mas não há garantia de que esse preço permanecerá. A ANS não regula os reajustes, nem intervém em casos de rescisão unilateral de contrato pela operadora, o que gera dor de cabeça, como aumentos abusivos, acima da inflação e do índice autorizado. Como a maioria das operadoras não comercializa mais planos individuais/familiares os consumidores, sem opção, estão sendo obrigados a contratar plano coletivo com apenas duas, três ou
quatro pessoas.

?Coluna de Átila Nunes

Últimas de Rio De Janeiro