Sininho é autuada por lesão corporal e injúria

Ela teria xingado e agredido um PM ao sair de um bar na Zona Sul

Por O Dia

Rio - Policiais do 2º BPM (Botafogo) prenderam, neste domingo, Elisa Quadros, conhecida como Sininho, em um bar de Botafogo, na Zona Sul do Rio. Segundo a PM, Elisa estava no estabelecimento quando militares patrulhavam a Rua Mena Barreto. Ela teria xingado e agredido um policial militar.

Elisa foi encaminhada para a 9ª DP (Catete), onde foi autuada por injúria e lesão corporal. Em um vídeo enviado ao WhatsApp do DIA (98762-8248), a jovem aparece xingando um PM de 'assassino' dentro da delegacia. De acordo com a Polícia Civil, o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). O DIA tentou contato com a defesa de Elisa mas, até o momento, não obteve resposta.

Sininho foi considerada culpada pela Justiça por organizar protestos em 2013 que terminaram em violência. À época, ela negou. "Com a ajuda de fofocas, me transformaram em uma liderança terrorista. Meu ativismo era com aulas, atividades culturais. Como sou produtora, sempre trabalhei com foco na cultura", declarou Sininho, que negou o uso de objetos que pudessem causar dano a pessoas ou estabelecimentos públicos e privados. "Nunca usei máscaras e jamais participei de atos violentos. Sempre fiquei mais nas ocupações, até ser presa em outubro".

Últimas de Rio De Janeiro