Celsinho da Vila Vintém é transferido de presídio federal para Bangu

De acordo com Seap, Celso Luís Rodrigues chegou nesta manhã na Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino

Por O Dia

Rio - Celso Luís Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, conseguiu na Justiça a transferência de um presídio federal para uma unidade prisional no Rio. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Celsinho chegou na manhã desta terça-feira e está na Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino, o Bangu 1, na Zona Oeste do Rio.

O traficante e criador da facção criminosa, Amigo dos Amigos cumpria pena em presídios federais, após ser apontado como o idealizador — mesmo preso — de uma tentativa de resgate de internos no Fórum de Bangu, em 2013. Na ocasião, uma criança de 8 anos e um policial foram mortos.

Celsinho da Vila Vintém, é um considerado um bandido sanguinário. Na década de 1990, ele chegou a recorrer a uma espécie de ‘diplomacia’ para se manter vivo, orquestrando ações criminosas por trás das grades.

Criador de uma facção criminosa, Celsinho negociou a própria vida com Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, chefão do Comando Vermelho, durante rebelião no Complexo de Bangu em setembro de 2002, quando integrantes do CV executaram quatro chefes de grupos rivais.

Foram mortos na rebelião Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê (que teve o corpo carbonizado), Wanderley Soares, o Orelha; Carlos Alberto da Costa, o Robertinho do Adeus, e Elpídio Rodrigues Sabino, o Pidi.

Celsinho conseguiu sair vivo da rebelião, alegando que passaria o controle de venda de drogas da Vila Vintém para a facção dos antigos rivais.



Últimas de Rio De Janeiro