Irmã pede doação de sangue para mulher ferida em sequestro no Andaraí

Vítima continua internada no CTI do Hospital do Andaraí. Crime ocorreu no último sábado

Por O Dia

Rio - A professora de Biologia Fernanda Pinto da Silva, de 25 anos, continua internada no CTI do Hospital Federal do Andaraí, na Zona Norte do Rio. Ela e o amigo Marcelo Tobias Marques Miranda, de 30 anos, estavam dentro de um carro, quando foram abordados por bandidos na Rua Leopoldo, no Andaraí, no último sábado.

Fernanda está internada no CTI do Hospital do Andaraí em estado graveReprodução

Por meio das redes sociais, a irmã da vítima, Gabriela Amigo, pediu doações de sangue para a professora no Hemorio, na Rua Frei Caneca, no Centro do Rio. "Assim que doar, entregar ou me mandar foto do comprovante de doação. Podem entregar para mim, para alguém da família ou deixar no Andaraí mesmo. O sangue dela é A+, mas estão aceitando qualquer sangue. A doação é de 7h às 18h, inclusive finais de semana. Só precisa ter entre 16 e 69 anos e mais de 50kg. Levar documento de identidade com foto", explicou na publicação.

Relembre o caso

Os criminosos entraram no veículo da mulher e, ao serem flagrados por policiais, tentaram fugir. No entanto, eles bateram em um muro e deixaram o carro atirando nos PMs. Após a troca de tiros, os suspeitos, identificados como Matheus de Almeida Ribeiro, de 20 anos, Matheus da Silva Bastos, de 20, e José Rubens, de 27, foram presos. Fernanda e Marcelo ficaram feridos na batida e foram levados para o Hospital do Andaraí. 

O estado de saúde de Marcelo é estável e o rapaz está consciente. Ainda não há informações sobre o estado dos bandidos. O confronto levou pânico a moradores do bairro. O caso foi registrado na 20ª DP (Vila Isabel).

Últimas de Rio De Janeiro