Roubos de pedestres crescem no Maracanã, Praça da Bandeira e parte da Tijuca

Passageiros e motoristas que passavam pela Avenida Radial Oeste, por volta das 7h de ontem, viveram momentos de pânico

Por O Dia

Rio - Os indicadores de criminalidade do Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam aumento de 27,1% nos roubos de transeuntes, em comparação com março do ano passado, que contava com 97 registros de ocorrências feitos na 18ª DP, na área do Maracanã, Praça da Bandeira e parte da Tijuca.

Em março, subiu para 42,2% o número de roubos de veículos registrados na região do 4º BPM. O total de ocorrências feitas nas delegacias da região caiu 8,6%.

As amigas Ana Lúcia e Lídia%2C que caminham há 10 anos no Maracanã%2C reclamam da falta de policiamentoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

No dia 17 de março, o PM Renato César Jorge Cardoso, de 47 anos, foi morto durante tentativa de assalto por quatro homens armados em motos em frente à Uerj, perto de onde ocorreu a perseguição de ontem, que terminou em tiroteio e menores apreendidos.

“Daqui a pouco a gente vai ter que andar com colete à prova de bala. Passo aqui às 7 horas todo dia e a gente não vê policiamento”, disse a empresária Ana Lúcia Martins, 50. Amiga dela, a dona de casa Lídia Rodrigues Bretas, 68, não sai mais de casa à noite. “Antigamente era pivete de bicicleta assaltando. Hoje, assaltam a mão armada e matam pessoas”.

Roubo durante a manhã

Passageiros e motoristas que passavam pela Avenida Radial Oeste, no Maracanã, por volta das 7h de ontem, viveram momentos de pânico diante de uma perseguição policial com tiroteio.

PMs e bandidos trocaram tiros na Radial OesteReprodução TV Globo

De acordo com a polícia, três bandidos que ocupavam um Corolla roubado dispararam contra uma viatura do 4º BPM (São Cristóvão). Para fazer com que parassem, a equipe se chocou com o carro e atirou nos pneus. O Corolla rodou, subiu no canteiro e bateu em outro veículo. Neste momento, dois ocupantes foram presos em flagrante.

Um terceiro criminoso, que teria sido baleado, fugiu em uma moto roubada na ação, em direção ao Morro da Mangueira. Equipe do ‘SBT’ transmitiu a perseguição ao vivo. Ainda segundo a polícia, os suspeitos são menores, moradores do Morro do Pinto, no Santo Cristo.

Os dois foram levados para a DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente). A polícia investiga se uma pistola achada próximo da linha do trem seria do trio. O Corolla foi roubado em março, na área da 7ª DP (Santa Teresa).

Segundo a polícia, após roubar pedestres e motoristas na Rua Professor Gabizo, na Tijuca, o trio fugiu pela Avenida Maracanã. Daniel Tambellini contou que um dos assaltantes apontou a arma para ele e sentou na garupa. “Pediu que eu fugisse com ele, mas eu disse que estava nervoso para dirigir. Ele chegou a perguntar se a moto tinha segredo. Disse que não, mas sabia que ela ia parar”, contou o gerente de projetos, que seguia para o trabalho.

Reportagem do estagiário Rafael Nascimento, sob a supervisão de Rosayne Macedo

Últimas de Rio De Janeiro