Fernando Mansur: O feminino no mundo

Está brutalizado, fragilizado, torto, desarrumado. A Mãe Divina precisa chegar logo

Por O Dia

Rio - Mês de Maria, a Grande Mãe.  A mulher desabafa:

— O feminino no mundo está sangrando. Está brutalizado, fragilizado, torto, desarrumado. A Mãe Divina precisa chegar logo!

Os índios dizem que para saber como está a situação do mundo basta saber como está a situação da mulher no mundo.

A Mãe parece nos dizer:

— Reconforta-te em mim. Entre no recanto de meu manto azul celeste, sinta o aroma perfumado de rosas róseas etéreas. Transcenda seu mundo de dores e preocupações, de divisões e controle, dogmas e superstições.

Saia da dualidade de certo e errado, bem e mal. Venha para a unidade do Amor.
O Amor é uno, reúne, nunca divide. Faça contas de somar, de multiplicar bênçãos e atos de fraternidade. Reconforta-te em mim. Eu e Meu Filho somos UM. Você é minha filha.

Estamos unificadas em puro amor, essência do Feminino Criador. Uma nova filha está em gestação. Aninhe-se em Meu coração. Anime-se. Ânimo. Ânima e Animus em parceria. Acordem para um novo dia! Sorria! Nasceu Alegria! Vamos!

Fernando Mansur: Radialista. Escritor. Professor. Graduado em Letras pela Universidade Católica de Minas Gerais (Ponte Nova). Mestre e doutor em Comunicação pela UFRJ

Últimas de Rio De Janeiro