Homem é preso em flagrante após tentar estuprar cliente em shopping na Barra

Administração do BarraShopping afirmou que prestou toda assistência à vítima e que o criminoso foi preso no local e encaminhado à delegacia

Por O Dia

Rio - Um homem foi preso em flagrante, na noite deste sábado, após tentar estuprar e roubar uma mulher no estacionamento do Barrashopping, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo informações da 16ª DP (Barra da Tijuca), o criminoso usava uma arma de fogo falsa. A Polícia Civil informou que solicitou imagens de câmeras do local para verificar se houve a participação de mais pessoas na ação. 

Em nota, a administração do BarraShopping afirmou que prestou toda assistência à cliente e que o criminoso foi contido no local e encaminhado à delegacia. O shopping também ressaltou que está "colaborando com as investigações". 

Nas redes sociais, circula um depoimento da família da vítima à página 'Alerta Barra'. "Ele entrou mandou ela calar a boca e ficar quieta, colocou a mão na boca dela, que mordeu a mão dele. Eles lutaram dentro do carro até ela conseguir abrir a porta do carro e gritar. Ela gritou MUITO e conseguiu soltar o cinto. Ele viu que tinha muita gente saindo do shopping e saiu do carro com a bolsa dele. Só que ela gritava e ninguém ajudou porque devem ter achado que era briga de marido e mulher", diz um trecho da publicação.

Estudantes da Rural protestam contra insegurança e estupros no campus

?Estudantes da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) protestaram, na tarde desta segunda-feira, contra o cenário de insegurança instalado no campus de Seropédica, Baixada Fluminense. Os alunos denunciaram que a falta de iluminação e o baixo efetivo de guardas levam à ocorrência de diversos crimes, como assaltos e roubos de veículos. A situação se intensificou na última semana, quando foram registrados dois casos de estupros no campus. 

Os manifestantes reinvindicaram apoio psicológico às vítimas de violência sexual, corte dos matagais, adequação da rota dos ônibus disponibilizados pela universidade (conhecido como "fantasminha"), melhor iluminação dos campus e intensificação das rondas de guardas da instituição. A programação do ato contou com uma intervenção nos corredores dos alojamentos masculinos com palavras de ordem e, em seguida, uma caminhada do Pavilhão Central (P1) até a Reitoria.

Últimas de Rio De Janeiro