'Maridoteca', refúgio no shopping para esperar as mulheres

Pesquisadora alerta que, à primeira vista, a iniciativa reforça papéis reservados tradicionalmente a homens e mulheres

Por O Dia

Rio - Talvez você já tenha visto esta cena em lojas de departamento: homens com o olhar perdido seguram várias sacolas enquanto esperam suas companheiras terminarem as compras. Para remediar a situação, o Shopping Grande Rio, em São João de Meriti, inaugurou a primeira ‘maridoteca’ da Baixada — um espaço gratuito com TV, baralho, dominó e até serviço de bar.

Espaço aberto no Shopping Grande Rio é o primeiro da BaixadaDivulgação

A empresária Samira Rosa, de 43 anos, aprovou a iniciativa. Ela conta que sofre ao ver o marido, com quem vai ao shopping duas vezes por mês, sempre esperando. “Até prefiro ir sozinha. Nós somos diferentes, gostamos de olhar as promoções”, disse.

Já o ator Phillipi Goulart, 24, que costuma ir às compras com a namorada, estranhou a ideia. Ele pergunta: cadê as ‘esposatecas’? “Seria melhor se fosse um espaço com nome neutro, que não implicasse que são sempre as mulheres que demoram mais”, refletiu.

Pesquisadora do Departamento de História da Uerj, Lená de Menezes alerta que, à primeira vista, a iniciativa reforça papéis reservados tradicionalmente a homens e mulheres. “Parece complicado porque consagra a imagem da mulher como consumista. Esse papel vem da mulher como cuidadora do lar, sempre pronta a se arrumar para o marido”, explica.

Últimas de Rio De Janeiro