Por thiago.antunes

Rio - Durante as comemorações dos 203 anos de Maricá, a Prefeitura oferece opções de esporte em diferentes bairros da cidade. Os amantes do futebol, do futevôlei e da corrida podem escolher seus programas favoritos. As disputas finais da Taça Cidade de Maricá 2017 de futebol movimentam o campo do E.C. Maricá (Centro), amanhã.

Os confrontos começam a partir das 8h30 pelas categorias sub 11, sub 13 e sub 15. Todas contam com dois tempos de 20 minutos. Depois das 12h30, começam as disputas pelas categorias máster e principal, com dois tempos de 45 minutos. A premiação inclui taça para campeões e vices, além de medalhas para todos os jogadores e membros da comissão técnica.

O medalhista olímpico Robson Caetano vai entregar troféus e prêmios aos atletasDivulgação

No sábado e domingo, a partir das 8h, a Secretaria de Esporte e Lazer e a Confederação Brasileira de Futevôlei (CBFV) vão levar os melhores atletas do mundo à Praia de Itaipuaçu para participar da Copa Brasil Itaipuaçu de Futevôlei 2017, no trecho em frente à Avenida Um.

Ao todo, serão 22 duas duplas nacionais com atletas renomados como Anderson Águia, Vinicius Sousa, Eduardinho e Marcelinho, que se enfrentam em duelos de alta performance na disputa pelo prêmio de R$ 10 mil. As melhores duplas do Paraguai, Esteban, Vitor, Chore’i e Velos também participam da competição, que vale ponto para o ranking nacional.

No domingo, a partir das 8h30, em parceria com a Federação de Atletismo do Estado do Rio de Janeiro, também acontece a I Corrida Cidade de Maricá. Os competidores seguem num percurso de 8 km da Ponte da Barra até a Igreja Nossa Senhora do Amparo (Centro). Para participar, é necessário ter o mínimo de 16 anos para a modalidade corrida.

Já a caminhada é livre. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.marica.rj.gov.br até amanhã ou até o número limite de 1,5 mil vagas. Troféus e um prêmio em dinheiro serão entregues pelo medalhista olímpico Robson Caetano aos três primeiros finalistas das categorias masculino e feminino nas disputas geral e morador de Maricá.

Quenianos e o atleta pé de vento Giovani dos Santos também estarão presentes. “Resgatar essas atividades coloca Maricá no cenário esportivo. A caminhada, por exemplo, dá oportunidade não só a quem está começando, como permite a participação da família no geral, com pessoas de diferentes faixas etárias”, disse Filipe Bittencourt, secretário da pasta.

Você pode gostar