Por gabriela.mattos
Marinete Berto foi morta por um tiro na cabeça durante confronto no Complexo do AlemãoReprodução Facebook

Rio - A filha de uma mulher que morreu ap√≥s ser baleada na cabe√ßa, no Complexo do Alem√£o, Zona Norte do Rio, desabafou nas redes sociais na madrugada desta ter√ßa-feira. Marinete Berto, de 56 anos, foi atingida durante um confronto entre policiais e bandidos na comunidade, por volta das 17h desta segunda. 

"Nunca pensei que isso pudesse acontecer. Tantas vezes pedi a Deus que me levasse antes da minha m√£e porque n√£o saberia como reagir e estou aqui sem saber. Com uma dor sem fim, com um √≥dio em saber da forma t√£o brutal que perdi minha m√£e. Sempre foi meu porto seguro, me apoiou, mesmo me dando pux√Ķes de orelha. O que fazer? N√£o poderei te ligar ou at√© mesmo aparecer de surpresa e ser recebida com beijos e carinhos", lamentou Aline Berto.

Marinete chegou a ser socorrida por vizinhos e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da favela. De acordo com o jornal Voz das Comunidades, ela foi estabilizada no local e transferida para o Hospital Salgado Filho, no M√©ier, tamb√©m na Zona Norte, mas faleceu na unidade. Ainda n√£o h√° informa√ß√Ķes sobre data e local de sepultamento da v√≠tima.

Segundo a Unidade de Pol√≠cia Pacificadora (UPP), os criminosos conseguiram fugir e n√£o h√° informa√ß√Ķes sobre presos ou outros feridos. O policiamento foi refor√ßado na regi√£o e outras a√ß√Ķes est√£o sendo realizadas para encontrar os envolvidos no tiroteio.

Você pode gostar