Protesto fecha rua em Guadalupe após morte de jovem em operação da PM

Moradores da Favela do Gogó atearam fogo em pneus e colocaram lixo na Estrada do Camboatá, impedindo a passagem do trânsito

Por O Dia

Rio - Os moradores da Favela do Gogó, no Complexo do Chapadão, em Guadalupe, na Zona Norte do Rio, realizaram na tarde deste sábado um protesto contra a morte de um jovem, de 16 anos, que teria ocorrido durante uma troca de tiros entre traficantes e policiais nesta manhã.

Ocupando a Rua Marcos de Macedo, os manifestantes interditaram o trânsito ateando fogo em pneus e colocando lixo na Estrada do Camboatá. Segundo comentários de moradores nas redes sociais, alguns comerciantes da área fecharam as portas. Um vídeo postado na página Onde Tem Tiroteio mostra parte do protesto. PMs foram acionados para o local e dispersaram o ato, mas ainda não há informações sobre presos ou feridos.

De acordo com o 41ºBPM (Irajá), o confronto teve início após suspeitos armados atirarem nos militares que estavam na região realizando uma operação. A morte do jovem não foi confirmada pela unidade, que informou ter apreendido uma pistola, um revólver, um radiotransmissor e uma quantidade de drogas ainda não divulgada. 


Últimas de Rio De Janeiro