Padre Omar: o cuidado com a casa comum

Há dois anos, o Papa lançou uma Encíclica Ecológica considerada um presente para o planeta Terra

Por O Dia

Rio - Amanhã celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Desde o início de seu Pontificado, o Papa Francisco tem, com frequência, falado sobre as questões ambientais e a responsabilidade do homem diante da criação.

Há dois anos, o Papa lançou uma Encíclica Ecológica considerada um presente para o planeta Terra. Muitos aspectos mantêm viva a chama da ‘Laudato Si’ no momento em que o mundo vive uma grave crise socioambiental.

No documento, o Papa Francisco convida para uma conversão ecológica e faz uma forte crítica em relação à visão consumista do ser humano, incentivada pelos mecanismos da economia globalizada. Para o Papa, este comportamento consome e destrói exageradamente os recursos disponíveis no mundo.

O ritmo de consumo, desperdício e alteração do meio ambiente superou as possibilidades do planeta, tornando este estilo de vida insustentável. O documento também se refere à cultura do descarte que afeta tanto os seres humanos excluídos, como as demais coisas que se convertem rapidamente em lixo.

Segundo o Papa, ainda não conseguimos adotar um modelo circular de produção para assegurar e limitar o uso dos recursos não renováveis, moderando o seu consumo e maximizando a eficiência no aproveitamento, reutilização e reciclagem.

A ‘Laudato Si’ aponta novos horizontes mais sustentáveis: uma visão mais sistêmica de mundo, uma relação mais estreita entre as questões sociais e ambientais, uma destinação mais nobre dos bens comuns, uma maior prioridade pelas vidas vulneráveis, um novo estilo de vida mais simples e menos consumista, a importância em valorizar os pequenos gestos na mudança dos hábitos, além de uma relação mais respeitosa com todos os seres vivos.

Colocar em prática as propostas da ‘Laudato Si’ é assumir um compromisso com a missão que é de todos nós que habitamos a casa comum planetária, sem medo de criticar as insustentabilidades sociais e ambientais, e olhar com a esperança de que podemos mudar o que não está bem no mundo.

Ao fazer a nossa parte, buscamos um mundo mais justo, fraterno e ecologicamente sustentável. Louvado seja!

Padre Omar é o Reitor do Santuário do Cristo Redentor do Corcovado. Faça perguntas ao Padre Omar pelo e-mail padreomar@padreomar.com. Acesse também www.padreomar.com e www.facebook.com/padreomarraposo

Últimas de Rio De Janeiro