Padre Omar: Namoro, tempo de conhecimento

O casamento vai sempre começar a partir do namoro; por isso, não brinque com a relação

Por O Dia

Rio - O Dia dos Namorados no Brasil é celebrado na segunda-feira, e faz parte da tradição trocar presentes e declarações, atualmente em forma de postagens nas mídias sociais. É um dia de publicar fotos românticas, sair e comemorar. Mas a data festiva pode ser também bom momento de reflexão sobre o objetivo do relacionamento.

Namoro é fase de conhecimento: é quando você verifica se há afinidade entre vocês e os seus valores. O casamento vai sempre começar a partir do namoro; por isso, não brinque com a relação, não faça dela apenas um passatempo ou uma aventura. Mesmo que não dê certo, será um momento de amadurecimento.

O Papa Francisco fala especificamente sobre esse sentimento. Na exortação ‘Amoris Laetitia’, o Pontífice escreve: “O primeiro nível do Eros é a capacidade de se admirar”. O verdadeiro namoro tem o seu ponto de partida na admiração inicial, sadia e pura de um olhar, de um sorriso, e uma conversa.

Caminhar juntos é uma arte, um caminho paciente, bonito e fascinante, que não termina quando se conquistaram um ao outro.

O Papa Francisco deixou uma importante dica para os casais: sempre usar “com licença”, “obrigado”, “desculpa”. Segundo ele, não existe a família perfeita nem mesmo o casal perfeito; por isso, nunca deve-se terminar um dia sem pedir perdão um ao outro, sem deixar que a paz regresse ao relacionamento. 

Vale a pena permitir que o tempo de namoro seja de conquistas e realizações que contribuam para que o caminho a dois seja melhor construído. Não acelerar a relação é sinal de uma vida construída sobre a Rocha, que é o Cristo.

O namoro é uma fase única, que abre para a maravilha do encontro e faz descobrir a beleza de existir e de ser importante para alguém. Este caminho deve ser vivido com intensidade e verdade, gradualmente. Não desista de conquistar um ideal alto de amor, reflexo e testemunho do amor de Deus!

Últimas de Rio De Janeiro