Tiroteio deixa comunidade sem energia elétrica na Zona Sul

Moradores do Pavão-Pavãozinho, que já estavam sem água desde sábado, tiveram o abastecimento de energia interrompido

Por O Dia

Rio - Um intenso tiroteio assustou moradores das comunidades do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, Zona Sul, na tarde desta segunda-feira. Os disparos começaram por volta das 14h30, e chegaram a ser ouvidos também em Ipanema e Copacabana. Moradores relataram que os tiros atingiram um transformador de energia na localidade conhecida como Segundinha, deixando diversas casas do entorno sem luz. 

Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Pavão/Pavãozinho/Cantagalo, policiais patrulhavam a comunidade nesta tarde, quando foram atacados por criminosos, no local conhecido como "Beco do Mituca", dando início ao confronto. Ainda não há informações sobre presos ou feridos.

No Facebook, a página "PPG Informativo", de notícias sobre a comunidade, compartilhou um vídeo em que é possível ouvir os tiros. Eles também relataram que a Clínica da Família teve que ser fechada devido ao confronto. Uma moradora, que preferiu não se identificar, expressou preocupação com a falta de energia elétrica: "Estouraram o transformador, não dá nem tempo de correr e desligar os eletrodomésticos para não queimarem. Horrível".

Antes da falta de luz, os moradores já sofriam com a falta de água - problemas na tubulação afetaram a comunidade desde o sábado, segundo a Associação de Moradores do Pavão-Pavãozinho. A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos), porém, afirma que o problema teve início nesta madrugada. A Associação divulgou ainda uma nota, segundo a qual a Cedaeteria previsto o reestabelecimento do fornecimento para a próxima quinta-feira. Nesta tarde, porém, a Companhia informou que a água deve voltar ainda hoje.

Últimas de Rio De Janeiro