Operações policiais em favelas do Rio deixam milhares de alunos sem aula

Somente em comunidades de Santa Cruz, onde ação terminou com três suspeitos mortos e dois baleados, 9.236 alunos ficaram sem aula

Por O Dia

Rio - Operações policiais realizadas em diversas favelas do Rio deixam 11.552 alunos sem aulas na manhã desta quarta-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), escolas, creches e Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) no Complexo do Lins, em Vigário Geral, Parada de Lucas, Costa Barros e comunidades de Santa Cruz estão sem funcionar. Somente no bairro da Zona Oeste são 9.236 crianças e adolescentes afetados.

Ainda segundo a SME, unidades escolares localizadas na Providência, Jacarezinho, Vila Cruzeiro, Manguinhos, Maré, Cordovil, Cidade Alta e Cidade de Deus funcionaram na manhã dessa quarta-feira.

Em Santa Cruz,  a operação policial do 27º BPM (Santa Cruz) teve confronto e terminou com três suspeitos mortos e outros dois baleados na Favela do Rola, de acordo com a Polícia Militar. Ainda segundo a corporação, um deles era "Zé da Colina", que gerenciava o tráfico na região.

Após o tiroteio na comunidade, um ônibus das linha 428P (Campo Grande x Itaguaí) e outro da 756 (Santa Cruz x Coelho Neto) foram incendiados. Por causa do incidente, sete linhas que passam pela Avenida Urucânia também tiveram suas rotas alteradas devido a "falta de segurança", informou o Consórcio Santa Cruz.

Populares também atearam fogo em um carro na faixa por onde passa o BRT. Segundo a concessionária que administra o transporte, a circulação dos veículos foi interrompida na Avenida Cesário de Mello, por volta das 7h40. O serviço começou a ser normalizado às 8h50.

Operações na Zona Norte e na Baixada

A Polícia Civil também realizou uma operação com cerca de 220 agentes para cumprir 40 mandados de prisão contra suspeitos de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e roubos de veículos, cargas e de rua. Os policiais atuam nas comunidades da Cidade Alta, Parada de Lucas e Vigário Geral, na Zona Norte do Rio, e também na Baixada Fluminense, em Imbariê (Duque de Caxias) e Queimados.

O balanço da operação até às 13 horas apontava para o cumprimento de 18 mandados de prisão, dois presos por tráfico e associação ao tráfico, três tabletes de maconha, celulares e simulacro de fuzil apreendidos.

As unidades localizadas na Providência, Jacarezinho, Vila Cruzeiro, Manguinhos, Maré, Cordovil, Cidade Alta e Cidade de Deus estão funcionando nessa quarta-feira


Últimas de Rio De Janeiro