PM é morto ao reagir a tentativa assalto a padaria em Nilópolis

Soldado da Polícia Militar estava no estabelecimento quando ladrões armados entraram para roubar o local. Ele é o 81º PM morto este ano

Por O Dia

Rio - Um soldado da PM lotado na UPP São Carlos acabou morto ao reagir a uma tentativa de assalto a uma padaria em Nilópolis, na Baixada Fluminense, na manhã deste sábado. Ele estava dentro da confeitaria quando os criminosos entraram para roubar o local. Ewerton Hudson Bispo da Rocha, de 37 anos, é o 81º policial militar vitimado pela violência somente este ano.

Cabo da PM morto em Nilópolis em padariaReprodução

De acordo com o 20° BPM (Mesquita), o crime aconteceu por volta das 6h10 em uma padaria localizada na Rua Antônio Félix, no bairro Nossa Senhora de Fátima. Três criminosos chegaram de carro e dois entraram para roubar o estabelecimento. Ao perceber a ação, Ewerton se envolveu em luta corporal com um dos homens e acabou baleado. 

O soldado Bispo estava há seis anos na Polícia Militar. Ele era casado e deixa duas filhas. Ainda não há informações sobre o sepultamento do policial.

Policiais do 20º BPM (Mesquita) realizam um cerco para tentar prender os criminosos. Na padaria, os policiais aprenderam dois carregadores de pistola. O caso está a cargo da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Sobe para 81 o número de PMs mortos

Com a morte do soldado da PM em Nilópolis, o número de policiais militares mortos este ano chega a 81. Quarenta e nove deles, como o caso deste sábado, estavam de folga quando foram vitimados pela violência.

Outros 15 policiais militares estavam de serviço quando foram mortos, enquanto 17 já eram reformados. A corporação aguarda o resultado de um exame de DNA para confirmar a identidade de uma outra vítima.

Últimas de Rio De Janeiro