Dom Orani se emociona com cruz em Copa

Em nota, o arcebisbo do Rio diz que o símbolo pode realmente trazer paz

Por O Dia

Rio - A suposta imagem de uma cruz, que moradores de Copacabana juram que surgiu na encosta do Morro de São João, na Zona Sul, ganhou ontem um admirador especial: o arcebispo do Rio, Cardeal Dom Orani João Tempesta. Ele acredita que o desenho no paredão, pode realmente contribuir para emanar mais paz na cidade, como acreditam os moradores. O líder católico vai mais longe. Acredita que o símbolo na montanha possa ligar os cariocas a algo transcendental.

'Casca de cebola'%3A desenho de suposta cruz é resultado de processo natural de encostas que se descascamDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

“Os símbolos podem nos ajudar, como a imagem do Cristo Redentor, a torre de uma Igreja, um pôr do sol, por exemplo. Mesmo as imagens nas rochas ou nas nuvens, que são naturais, podem recordar as pessoas o transcendente”,afirmou dom Orani, em nota.

Ontem, depois da publicação de reportagem do DIA sobre o assunto, mais moradores passaram a observar mais fenômeno. “A cruz é linda mesmo. Um novo atrativo turístico”, aposta o engenheiro Milton Alves, 50 anos.

Na quarta-feira, a diretora de Geologia do Departamento de Recursos Minerais do Rio, Aline Freitas, garantiu se tratar de “um processo natural de evolução de paisagens, com acomodação de encostas gnaisse facoidal, as mais comuns da cidade”.

Últimas de Rio De Janeiro