Cidade Alta tem manhã de intenso tiroteio e comércio fechado

Disparos na comunidade começaram por volta das 7h da manhã. Através do Facebook, moradores pediram paz

Por O Dia

Comunidade localizada em ponto estratégico é alvo constante da investida de criminosos Reprodução Facebook

Rio - Um intenso tiroteio assustou moradores na manhã deste sábado em Cordovil, na Zona Norte do Rio. De acordo com o relatos, disparos começaram por volta das 07h nas comunidades Cidade Alta e Pica-Pau e se estenderam até as 09h.

Em áudios enviados para o DIA é possível ouvir disparos de armas de diversos calibres. "Meu Deus, não é possível isso. Ter que acordar em pleno sábado com essa guerra", comentou um usuário na rede social. "E agora? Como vou conseguir trabalhar com esses bandidos dando tiro? Cidade Alta pede paz", comentou outro.

Segundo relatos, as ruas do bairro estão desertas e o comércio permanece fechado. 

A Polícia Militar confirmou pelo Twitter que o Batalhão de Operações Especiais (Bope) realiza desde o início da manhã uma operação na comunidade. Ainda não há informações sobre presos ou feridos.

Guerra pelo poder

Este ano a comunidade da Cidade Alta já havia sido palco de um grande confronto entre traficantes que parou a cidade do Rio. Foram  32 fuzis, quatro pistolas e 11 granadas apreendidos durante a operação. Na ação, 45 pessoas foram detidas suspeitas de participação na guerra entre facções para tomar o controle do tráfico na região. À época, criminosos das favelas importantes comandadas pelo Comando Vermelho deram ordem de queimar veículos na Avenida Brasil, rodovia Washington Luiz e em vias próximas. Pelo menos oito ônibus e dois caminhões foram incendiados.

Nos confrontos, três policiais militares ficaram feridos por estilhaços na Favela Kelson's, na Penha, e três suspeitos foram baleados na Cidade Alta, sendo levados para o Hospital Getúlio Vargas, também na Penha.

Últimas de Rio De Janeiro