Polícia desarticula quadrilha que falsificava e vendia diplomas

Os diplomas de nível médio, técnico e superior custavam até R$1500

Por O Dia

Rio - Quatro integrantes de uma quadrilha especializada em vender diplomas falsos foram presos, nesta quinta-feira, em uma operação de policiais da 44ª DP (Inhaúma). Os certificados eram vendidos através de redes sociais, e podiam ser dos níveis técnico, médio ou superior. De acordo com as investigações, eles atuavam em todo o município do Rio e na Baixada Fluminense.

A quadrilha falsificava diplomas de diversas instituiçõesDivulgação

Os suspeitos de integrar a quadrilha Nubia Cristina dos Santos Silva, Sean Oliveira Martins Melo dos Santos, Erick de Freitas Virgínio e Maiene Cristina Peixoto Pontes Rodrigues cobravam entre R$450 e R$1500 por cada diploma. Eles teriam falsificado e vendido cerca de 40 diplomas desde janeiro deste ano.

Os agentes prenderam os criminosos após frustrarem uma negociação que aconteceria em Inhaúma, Zona Norte do Rio, onde foi preso um dos integrantes e apreendido um diploma e documentos falsos. Os policiais seguiram até Guadalupe, também Zona Norte, onde foram encontrados os demais suspeitos. Diversos materiais usados nas fraudes foram apreendidos.

Em depoimento, todos confessaram a participação no crime e detalharam a fraude e a função de cada um. Eles foram autuados em flagrante por organização criminosa e encaminhados à Central de Audiências de Custódia.   

Últimas de Rio De Janeiro