Vítima espancada perde 6 dentes

Mulher de 63 anos foi sequestrada e dopada por bandidos. Polícia suspeita de vingança

Por O Dia

Rio - Uma mulher de 63 anos foi dopada, roubada, agredida, teve o cabelo cortado e perdeu seis dentes após ter sido sequestrada na Barra da Tijuca, no dia 20 de junho. De acordo com o depoimento da vítima, realizado quatro dias após o crime, Maria Guiomar de Souza contou que iria BarraShopping e, para isso, pegou um metrô em Botafogo, bairro que reside. Na estação Jardim Oceânico entrou em um ônibus e, por volta do meio-dia, desceu perto do seu destino.

Naquele momento, foi obrigada por dois homens a entrar em um carro, que a levou para uma casa, onde teve os olhos vendados e foi obrigada a inalar uma substância que a fez desmaiar. Ao acordar, sentiu “dores no rosto e a falta de dentes”.

Maria Guiomar contou que foi dopada e agredida violentamenteDivulgação

A todo o momento, Maria contou que um homem a ameaçava de morte. Uma mensagem de texto chegou a ser enviada para o marido da vítima, dizendo que ela seria liberada, às 19h.

Os bandidos a deixaram na Avenida Abelardo Bueno, descalça e debaixo de forte chuva, ainda com a venda nos olhos. Ela pediu socorro na Clínica Perinatal. Além dos cartões, ela teve o Riocard, telefone e documentos roubados.

O caso foi registrado na 16ªDP (Barra da Tijuca), que investiga a possibilidade de o crime ter sido ‘encomendado’. “Ela está muito abalada e vai começar o tratamento dentário no dia 30. Por enquanto, está usando uma prótese por questões estéticas”, disse Igor Souza, advogado, filho de Maria.

A área do batalhão da Barra da Tijuca teve diminuição na letalidade violenta, mas aumento no número de roubos de veículos e carros, comparando-se o primeiro quadrimestre desse ano com o anterior. No domingo, na Abelardo Bueno, um estudante de direito foi morto em um assalto. 

Últimas de Rio De Janeiro