Mais Lidas

Ministro da Saúde anuncia o repasse de R$ 120 milhões para o Rio

Verba será destinada para a rede Atenção Básica, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde

Por luana.benedito

Rio - O prefeito do município, Marcelo Crivella, e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, participaram nesta segunda-feira, no Centro Administrativo São Sebastião, da cerimônia de assinatura de portarias que garantem o repasse de cerca de R$ 120 milhões por ano para a rede Atenção Básica, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde.

O prefeito do Rio de Janeiro%2C Marcelo Crivella%2C e o ministro da Saúde%2C Ricardo Barros%2C participaram nesta segunda-feira%2C dia 3%2C no Centro Administrativo São Sebastião%2C daDivulgação

Durante o evento, o governo federal também fez a entrega de duas pick ups para a Vigilância Sanitária usar no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. 

Crivella ressaltou que os recursos vêm em boa hora. Ele também lembrou que, com a municipalização dos hospitais Rocha Faria e Albert Schweitzer, houve um aumento de 40% no número de consultas, exames e cirurgias. O prefeito afirmou que, assim como o ministro da Saúde, tem feito um esforço para economizar.

"Eu e o Doria (prefeito de São Paulo) combinamos de comprar remédios juntos. Nós vamos economizar, a exemplo do ministro. Hoje, todos estamos felizes com essas notícias animadoras, com a chegada desses recursos", disse Crivella, que fez questão de agradecer à bancada de deputados federais que tem lutado pela liberação de verbas para o Rio.

Já Ricardo Barros explicou que os recursos vão permitir a contratação de mais 3.600 agentes comunitários e a implantação de 600 novas equipes na Atenção Básica. "Vamos aumentar em R$ 10 milhões por mês a verba destinada ao Rio. Além disso, estamos reestruturando os hospitais federais aqui do estado. Esse é o resultado de uma gestão eficiente e com transparência. Em um ano conseguimos uma economia de R$ 3,2 bilhões".

De acordo com a  prefeitura, a verba do Ministério da Saúde também servirá para custear 43 núcleos de Atenção à Saúde da Família e quatro equipes de Consultório de Rua. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia