Portal procura suspeitos de roubar cargas no Arco Metropolitano

Segundo as investigações, os 21 bandidos são do Complexo da Pedreira

Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados oferece uma recompensa de R$ 1 mil por informações que levem até 21 suspeitos de roubar cargas no Arco Metropolitano, na Baixada Fluminense. O órgão divulgou um cartaz com a identificação do grupo nesta terça-feira. Segundo as investigações, os bandidos, que são do Complexo da Pedreira, atacam os caminhões na via e também nas rodovias Presidente Dutra e Washington Luiz. Os roubos costumam ocorrer na parte da manhã.

Um dos assaltos ocorreu em fevereiro deste ano, quando seis vigilantes que escoltavam uma carga de cigarros foram interceptados por dois veículos com 11 homens armados. Eles atiraram contra os seguranças e Yago Aguiar Santana foi morto. A carga foi recuperada horas depois do crime.

Portal dos Procurados pede informações sobre suspeitos de roubar cargas no Arco MetropolitanoDivulgação

Já em maio, 14 criminosos atiraram contra três vigilantes que faziam a escola de outra carga. Os seguranças Jones de Souza e Silva, de 28 anos, e Benedito Charles da Silva, de 46 anos, foram assassinados. Atingido na cabeça, no tórax e na mão, Benedito chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse), mas não resistiu. Reginaldo dos Santos Aragão, de 31 anos, foi ferido na cabeça, nas costas e na mão direita, mas sobreviveu.

Com prisão decretada por tráfico de drogas e citado em dez inquéritos de assassinatos na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Breno da Silva de Souza, de 22 anos, é apontado pela polícia como sendo o responsável pela arquitetura dos roubos, e transformar Japeri numa filial da facção criminosa que controla o Complexo da Pedreira, na Zona Norte do Rio.

Além dele, outro bandido procurado é Thiago Rodrigues da Silva, o TH ou Gordo. Segundo a polícia, ele é um dos maiores assaltantes de cargas no Rio de Janeiro. Ele é cunhado de Carlos José da Silva Fernandes, o Arafat, um dos chefes do tráfico da Pedreira, e que está preso.

Alvo de dois mandados de prisão, TH está foragido. Breno integrava outra facção criminosa e já atuava no Guandu, mas em 2015 foi expulso pelo então chefe do tráfico. Em 2016, com apoio da Pedreira, retomou a região.

Os suspeitos de participar do bando são Thiago, Breno, Jairo Rodrigues Alves, o Paizão ou Jairo Negão; Leilson Lima da Costa, o Liu, de 29 anos; Rafael Leopoldino da Silva, Lorinho, de 24; Geonário Fernandes Pereira Moreno, o Genarinho ou Genário, de 34; Breno Soares Lopes, o Peludinho, de 24; Luiz André Lopes Oliveira, o Coruja, Alex da Conceição, o Chavinho; Russão; Alanzinho; Cara de Mulher; Russinho ou Bigodinho; Queixinho; LC Putaria; Derick Terrível; Teteu; Cebola ou Matuto; Menorzinho; Paibinho ou Paibim e LC do São Jorge.

Quem tiver qualquer informação sobre os envolvidos pode denunciar pelo WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 98849-6099; pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo Facebook/(inbox): www. facebook.com/procurados.org/, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido. Todas as informações sobre o caso estarão sendo encaminhadas para a DHBF.

Últimas de Rio De Janeiro