Manifestantes protestam contra morte de criança baleada no Lins

Vanessa Vitória dos Santos, 11 anos, foi baleada na cabeça durante um confronto na tarde desta terça-feira (4) na Favela Camarista Méier, no Lins

Por O Dia

Rio - Manifestantes realizam um protesto contra a morte de Vanessa Vitória dos Santos, 11 anos, baleada na cabeça durante um confronto na tarde desta terça-feira (4), na Favela Camarista Méier, no Lins. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura (COR), há interdições na Rua Dias da Cruz, na altura da Rua Maranhão. Motoristas enfrentam congestinamento. 

Manifestantes protestam contra morte de criança baleada no LinsReprodução Internet

A menina foi atingida por um projétil enquanto voltava dos ensaios de festa julina da escola. De acordo com uma professora que preferiu não se identificar, o caveirão entrou na comunidade atirando. "Às 15h, já tinha confronto na porta Gama Filho (escola). Eu estava com 5 crianças. O caveirão (blindado da PM) chegou atirando perto da escola. As crianças correram desesperadas e eu fiquei tentando segurá-las. Eles (policiais) não podem entrar no horário de aula. Claro que existem bandidos, mas há pessoas de bem também", contou. 

A pequena Vanessa chegou morta ao Hospital Salgado FilhoReprodução

O irmão de Vanessa, Ygor dos Santos, disse que a familia está indignada. "Ninguém tinha ouvido falar de operação, a polícia chegou atirando. E eu vi minha irmã caindo no chão na hora", disse.

"Minha filha estava botando o chinelo para sair e foi morta. Não tem bandido na minha casa. A comunidade é um lugar tranquilo. Não era para ter acontecido isso", contou a mãe de Vanessa, Adriana Maria dos Santos.

No mesmo dia, o subcomandante da UPP também ficou ferido no ombro e foi encaminhado ao Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins. Ele foi operado e passa bem.

Número de crianças mortas por conta da violência sobe para 37

Desde 2007, o número de crianças mortas por conta da violência só cresce.  A população do Rio de Janeiro ainda nem se refez do choque do menino Arthur, baleado no útero materno, e já chora pelo horror de mais uma criança assassinada: Vanessa Vitória, de 11 anos.

A menina foi a sétima criança morta somente este ano por conta da violência na cidade. 




Últimas de Rio De Janeiro