Guarda é esfaqueado ao orientar banhista sobre proibição de cachorro em praia

Agente foi socorrido e levado para o Hospital Rio Mar nesta segunda-feira. Já o banhista, identificado como Alexandre Paiva Gonçalves, foi detido

Por O Dia

Guarda Municipal foi esfaqueado na Praia do PepêDivulgação

Rio - Um guarda municipal foi esfaqueado, na tarde desta segunda-feira, após orientar um banhista sobre a proibição de cachorros na Praia do Pepê, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Demétrio de Souza, de 46 anos, foi atingido enquanto fazia um patrulhamento no local por volta das 16h30.

De acordo com a Guarda Municipal, o banhista, identificado como Alexandre Paiva Gonçalves, de 26 anos, estava acompanhado de dois amigos na altura do Posto 2. Ele teria se recusado a retirar seu cachorro da areia e xingado Demétrio e outro agente. Segundo o órgão, ele deu golpes de faca na vítima no momento em que foi imobilizado.

Demétrio foi ferido perto da coluna vertebral, na lateral esquerda de seu corpo. O guarda foi levado para o Hospital Rio Mar, passou por exames e está bem. Alexandre foi detido com apoio de outros dois agentes e foi encaminhado para a 16ª DP (Barra da Tijuca).

Últimas de Rio De Janeiro