Morador da Barra cria aplicativo para chamar a Polícia Militar

O ‘Linha Direta PM’ entrou no ar ontem e já funciona na Barra e Recreio. Objetivo é agilizar a chegada dos policiais nas ocorrências

Por O Dia

Rio - Para garantir mais segurança ao comércio e às residências na região da Barra da Tijuca, um morador criou um aplicativo que permite acionar a polícia rapidamente. Pelo ‘Linha Direta PM’, que entrou no ar ontem, o usuário marca o ponto onde está e envia um áudio de até 10 segundos relatando a ocorrência. A mensagem é enviada automaticamente para os policiais.

O criador do aplicativo é o administrador Leonardo Gandelman, de 42 anos, morador do Jardim Oceânico.Indignado com a falta de segurança no bairro, ele lançou a ideia em uma reunião de moradores, mas decidiu arcar com o sistema por conta própria.

“Muito mais do que minha própria segurança, eu queria criar um bem para meus vizinhos, para a sociedade”, explicou Leonardo, que afirma ter tido uma inspiração cinematográfica para tirar a o aplicativo do papel. “É uma espécie de linha direta do Batman com o comissário Gordon”, contou.

O ‘Linha Direta PM’ saiu a custo zero para a Polícia Militar e será implementado, como projeto piloto, na Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. Mais pra frente, a ideia é estender o recurso para outros bairros.

O desenvolvimento do aplicativo foi possível graças a parceria da Coordenadoria de Assuntos Estratégicos (CAEs), o 31º BPM (Recreio) e a sociedade civil. O sistema não substituirá o 190, mas será um facilitador para acionamento da polícia em emergências dentro de residências e estabelecimentos comerciais na região. A tecnologia, que demorou seis meses para ficar pronta, já está disponível para ser baixada pelos sistemas Android e IOS para Iphone. A utilização é gratuita. 

Do estagiário Matheus Ambrósio, com supervisão de Angélica Fernandes

Últimas de Rio De Janeiro