Crivella diz 'lamentar' adesão de taxistas a protesto, mas descarta punição

Prefeito reforçou ser a favor da regulamentação dos aplicativos de transporte particular, como Uber e Cabify

Por O Dia

Rio - O prefeito Marcelo Crivella afirmou, em coletiva de imprensa no Palácio da Cidade, em Botafogo, na tarde desta quinta-feira, 'lamentar' a postura dos taxistas que aderiram ao protesto pela cidade, mas que os manifestantes, cerca de mil, não serão punidos. Crivella reforçou ser a favor da regulamentação dos aplicativos de transporte particular, como Uber e Cabify. O pronunciamento aconteceu após a manifestação da categoria, ato que causou 60 km de congestionamento na cidade na manhã de hoje.

Marcelo Crivella em coletiva sobre conflito entre taxistas e motoristas de aplicativos de transporte particularMárcio Mercante / Agência O Dia

"Lamento profundamente que essa manifestação tenha causado transtornos. Mas, também precisamos entender os problemas pelos quais os taxistas estão passando. Há outros municípios que já regulamentaram o Uber e para o Rio é preciso esperar a decisão da Justiça", disse o prefeito, lembrando que o Judiciário está de recesso. 

Para Crivella, o que a prefeitura pode fazer pelos taxistas é ampliar o uso do aplicativo taxi.rio, que atualmente está em fase de testes. "Nós queremos sempre nos antecipar aos problemas. Minha ideia é que os taxistas usem o taxi.rio para concorrer com os outros aplicativos", disse.

Ainda de acordo com Crivella, ao usarem o aplicativo da Prefeitura os taxistas poderão ter algumas vantagens, como o acesso exclusivo a determinadas áreas da cidade, como aeroportos e pontos turísticos, além do fim da vistoria do taxímetro. "Em contrapartida, ganharemos mais de 30 mil agentes públicos que poderão denunciar irregularidades através do app", complementou.

O prefeito questionou ainda como será feita a regulamentação, caso autorizada. "A regulamentação tem capacidade de definir o número de carros para cada aplicativo? As pessoas que preferem o Uber, entre outros motivos, preferem porque é mais barato. Mas, se os táxis acabam, será que o Uber continua mais barato? Pelas leis de mercado, a tendência é que o preço aumente", disse. 

Crivella também revelou que pretende aumentar o valor arrecadado com o Uber após a regulamentação. Segundo o prefeito, atualmente a Uber já recolhe cerca de R$ 1 milhão por mês aos cofres municipais via Nota Carioca e esse valor pode aumentar caso a regualmetação seja aceita.

Protesto complica trânsito

Na manhã desta quinta-feira, taxistas realizam uma manifestação contra aplicativos de transporte particular, como o Uber e Cabify. Eles reclamam da falta de regulamentação desses serviços na cidade.

Taxistas fizeram protesto contra aplicativos de transporte particular. Manifestação terminou em confronto em frente à sede da prefeitura%2C na Cidade NovaFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Os profissionais chegaram na sede da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, por volta das 10h e uma hora depois houve um tumulto na região. Policiais militares dispararam balas de borracha e jogaram spray de pimenta para dispersar a confusão.

Os motoristas também fizeram carreatas em diversas vias da cidade em direção ao prédio prefeitura. O ato provocou 60 km de congestionamento, segundo informações do Centro De Operações da Prefeitura (COR). 

Últimas de Rio De Janeiro