Brasil é o quarto país em número de inventores e cariocas ficam em 2º no País

O número representa 10% dos 4 mil autores da Associação Nacional dos Inventores (ANI)

Por O Dia

Rio - Não é invenção. Os inventores estão em alta. Os cariocas, principalmente. Eles já chegam a 400 no estado e ocupam o segundo lugar no Brasil – o Sul do país é o primeiro - no ranking de criadores de equipamentos simples, mas práticos, que solucionam uma infinidade de problemas no dia a dia. O número representa 10% dos 4 mil autores da Associação Nacional dos Inventores (ANI).

Não é à toa que a criatividade dos inventores é o tema escolhido pela Vila Isabel, no enredo ‘Corra que o futuro vem aí’, para o Carnaval 2018. E mais: o lendário Professor Pardal, de Walt Disney, está completando 65 anos. Há talheres que flutuam para secar, suporte para não precisar segurar o guarda-chuva, bonés com água para hidratar atletas, aplicador de desodorante nos dois sovacos ao mesmo tempo.

Parece uma ideia simples%2C mas João Edson Trajano passou 12 anos pesquisando o melhor formado do suporte de nylon para guarda-chuva que permite se proteger de mãos livresDivulgação

“Longe dos centros de pesquisas e bancos acadêmicos, os inventores populares do Rio de Janeiro estão em evidência”, atesta o presidente da ANI, Carlos Mazzei. Há 25 anos a associação é uma vitrine para os inventos registrados no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O “pai dos inventores”, como é conhecido, ressalta que as ideias estão em ebulição, pois a ANI está selecionando seis inventos para a Feira Internacional de Invenções e Tecnologia, em Taiwan, na China, a maior do mundo, em setembro.

O analista de sistemas Ronaldo da Silva%2C de 57 anos%2C estima que seu invento de talheres suspensos poderá custar em torno de R%24 120. Divulgação

Moradora de Duque de Caxias, na Baixada, a analista de sistemas Lídia Oliveira, de 30 anos, está confiante com o seu invento, o Sistema Integrado de Requisições Médicas (SIRM). “Apresentar minha invenção para empresários de 150 países é a chance que eu preciso”, sonha Lídia.

Ela garante que o SIRM vai salvar vidas, ao otimizar requisições médicas e informações clínicas compartilhadas entre equipes de plantões sobre o paciente. “Minha iniciativa partiu de internações de meus pais (idosos), vítimas de erros de tratamentos, por conta de falhas de comunicação”, garante.

Lídia Oliveira%2C de 30 anos%2C da Baixada Fluminense%2C teve seu invento%2C batizado de Sistema Integrado de Requisições Médicas (SIRM) aprovado para apresentações mundiaisDivulgação

Entre os cariocas inventores estão alguns com projetos já visados por grandes empresas. É o caso do Faqueiro Mágico, do analista de sistemas Ronaldo Siqueira da Silva, 57 anos, da Vila da Penha. O acessório fixa, como mágica, por meio de uma combinação de imãs numa base, talheres, no fundo de armários ou paredes. Os talheres flutuam.

“Minha esposa, Carla, é muito exigente. Se ela aprovou, é porque a invenção é boa”, brinca Ronaldo. Além da estética inusitada na cozinha, os talheres secam rápido, evitando mofos, fungos e bactérias, que proliferam em gavetas”, propagandeia.

O desenhista industrial de Guadalupe%2C Ricardo Avelino%2C levou 20 anos aperfeiçoando seu invento (imagem no monitor)%3A o para-choque de motosDivulgação

Também na mira da produção em alta escala está o para-choque para motos, do desenhista industrial de Guadalupe, Ricardo Avelino, 48 anos; o visor de água, projetado pela dona de casa de Niterói, Marilena Santos, 48, que evita a queima de bombas d’água com a detecção precoce de ar em encanamentos; bracelete a prova d’água para celular, de Daniel Beltrão, do Centro; e o BioSmartCard, validador eletrônico para pagar passagem com cartão de crédito.

No site www.inventores.com.br há detalhes dessas e outras ideias, além de informações e instruções de como registrar um invento, marcas, patentes e aplicativos.

Dispositivo em boné serve para guardar dinheiro%2C documentos%2C etcDivulgação


Visorama é estudado desde 1996%2C ainda com máquinas fotográficas obsoletasDivulgação


Um suporte inflável para carros%2C acoplado sob o veículo%2C foi projetado para travessias de rios%2C podendo ser útil até em situações de calamidadesDivulgação


Últimas de Rio De Janeiro