Polícia prende 18 e apreende seis jovens em ação contra o tráfico na Baixada

'Operação Aqueronte' tinha como objetivo secundário a redução da incidência de homicídios, roubos de cargas e roubos de veículos

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil prendeu 18 suspeitos e apreendeu seis adolescentes durante uma ação contra o tráfico de drogas, nesta quinta-feira, na Baixada Fluminense. O delegado Sérgio Caldas, diretor do Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB), explicou que o objetivo principal da 'Operação Aqueronte' foi a repressão ao tráfico de drogas e, como objetivo secundário, a redução da incidência de homicídios, roubos de cargas e roubos de veículos.

Sérgio Caldas também afirmou que a operação foi iniciada a partir de um ataque a policiais na comunidade Sebinho, em Mesquita. Em setembro de 2015, um PM foi atingido no local e ficou paraplégico.

Operação Polícia Civil prendeu 18 suspeitos e apreendeu outros seis adolescentesDivulgação

Os promotores de Justiça acompanharam a operação no Centro de Comando na CIDPOL e a promotora de justiça, Simone Sibílio, destacou a atuação da unidade de Mesquita, afirmando que a polícia civil demonstrou compromisso não só com as prisões, como também com a condenação dos suspeitos da organização criminosa e parabenizou o trabalho dos agentes.

A  Promotoria do estado destacou ainda que desde o início da ação penal, 28 mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão de adolescentes, foram cumpridos, além de, outros 12 mandados contra criminosos já presos.

Os agentes informaram que a operação foi batizada de 'Aqueronte', e contou com a participação de 32 equipes da Baixada, 20 da Capital, 20 delegacias especializadas, 12 do Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI) e quatro equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), com um total de 250 policiais civis e quatro delegados de polícia, e ainda do GAECO da Baixada, representado pelos Promotores Fábio Mattos e Simone Sibílio.

Já o delegado assistente da 53ª DP (Mesquita), Victor Tuttman, esclareceu que o nome da operação faz referência à Divina Comédia, de Dante, e Aqueronte era um Rio que dividia os reinos dos vivos e dos mortos, onde passava o Barqueiro Caronte que conduzia as almas condenadas ao inferno. A analogia é relativa ao Rio Sarapuí, que divide os municípios de Mesquita, Nilópolis e São João de Meriti, caracterizando a divisão de águas, ao tirar de circulação os homens presos.

As investigações deverão prosseguir até que todos os envolvidos sejam presos, tendo em vista que há 45 mandados de prisão preventiva e de nove mandados de busca e apreensão de adolescentes.


Últimas de Rio De Janeiro