Moradores relatam intenso tiroteio em operação no Complexo da Penha

Bope, UPP e GAM começaram operação na manhã desta terça-feira

Por O Dia

Rio - Os moradores acordaram assustados com um intenso tiroteio, nesta terça-feira, na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio. Desde o início da manhã, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Grupamento Aeromóvel (GAM) atuaram na comunidade.

Bope esteve no Complexo da Penha na manhã desta terça-feiraEstefan Radovicz / Agência O Dia

A PM informou que ninguém foi preso e não houve feridos, apenas uma pequena quantidade de drogas foi apreendida na ação. Por meio das redes sociais, os internautas relatam momentos de tensão na favela. O jornal Voz das Comunidades flagrou ainda um carro blindado da PM, mais conhecido como 'caveirão', entrando na comunidade.

Tiroteio assustou moradores do Complexo da Penha na manhã desta terça-feiraEstefan Radovicz / Agência O Dia

Alguns moradores relataram que as escolas da região não abriram nesta terça-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, cinco escolas e duas creches fecharam na Vila Cruzeiro. Ao todo, 3.084 alunos foram prejudicados nesta manhã.

"Desde às 4h com operação na Vila Cruzeiro. Que Deus nos proteja!", pediu um dos internautas. "Muito tiro mesmo, um horror", lamentou outro.

Últimas de Rio De Janeiro