Homem é condenado a 15 anos de prisão por agredir três pessoas em festa

Crime ocorreu na casa do promotor de eventos, na Gávea, em 2015. Na audiência, as vítimas e testemunhas foram ouvidas pelo juiz

Por O Dia

Rio - O promotor de eventos José Philipe Ribeiro de Castro foi condenado, na madrugada desta quarta-feira, a 15 anos de prisão em regime fechado. Ele agrediu três pessoas durante uma festa em sua casa, na Gávea, Zona Sul do Rio, em 2015.

José Philippe de Castro%3A acusado por agressões em festa na GáveaFabio Gonçalves / Agência O Dia

Ana Carolina Romeiro foi ferida no tórax e no abdomen, Gabriel Cunha da Silva teve parte da orelha decepada e Lourenço de Albuquerque Mayer Brenha sofreu um corte em uma das mãos ao tentar segurar o agressor.

Na audiência no Tribunal do Júri da Capital, foram ouvidas testemunhas e as vítimas. Gabriel disse que sofre consequências até hoje pela mutilação da orelha esquerda, que foi mordida por José Philipe. Já Ana Carolina ficou com cicatrizes após passar por uma cirurgia de quatro horas.

Na sentença, o juiz em exercício, Gustavo Gomes Kalil, assinalou a culpabilidade do réu. Inicialmente, o réu respondeu no processo pelo crime de tentativa de homicídio. Mas por votação dos sete jurados, foi desclassificado.  

Últimas de Rio De Janeiro