Nenhuma empresa se oferece para patrocinar Réveillon do Rio

Prefeitura pretendia arrecadar R$ 30 milhões com investidores e ampliar a duração do evento para 10 dias, em várias regiões da cidade

Por O Dia

Rio - Nenhum patrocinador atendeu ao chamamento público da Riotur para participar da festa de Réveillon na cidade. O órgão pretendia arrecadar R$ 30 milhões com investidores e ampliar a duração do evento para 10 dias, em várias regiões do Rio, inclusive Paquetá, mas ninguém se interessou, apesar de 27 empresas terem retirado o edital. As informações foram publicadas ontem, em Diário Oficial.

Nenhuma empresa se oferece para patrocinar revéllionHumberto Ohana/Parceiro/Agência O Dia

Sete cotas de patrocínio tinham sido disponibilizadas, sendo uma, de R$ 12 milhões, para uma empresa master e outras seis, de R$ 3 milhões cada, para mais patrocinadores interessados.

Procurado pelo DIA, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, disse que o Réveillon é uma festa tradicional no Rio e não corre o menor risco. “O que estamos buscando é ter recursos da iniciativa privada para fazer crescer ainda mais o melhor Réveillon do mundo”.

Últimas de Rio De Janeiro