Soldado é preso suspeito de trabalhar com carro roubado na Zona Norte

Militar faz parte da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais

Por O Dia

Segundo a polícia, o soldado Jhon Alysson costumava posar para fotos com os fuzis usados em crimes.Reprodução Facebook

Rio - O soldado do Exército Jhon Alysson Freitas da Costa, 19 anos, foi preso nesta quarta-feira por suspeita de roubar um carro e usá-lo para ir ao local de trabalho, na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (ESAO), em Ricardo de Albuquerque. O crime ocorreu na sexta-feira. 

Segundo as investigações, uma seguradora de automóveis fez o rastreamento e encontrou o veículo no pátio da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque). Em depoimento, o soldado disse que comprou o carro de um mecânico, mas em seguida admitiu que tinha roubado o veículo com a ajuda de bandidos do Morro do Tiradentes, no Complexo do Chapadão.

Segundo relatos, o veículo roubado era usado por um motorista do Uber, que estava com um passageiro quando foi abordado.

Em nota, o Comando Militar do Leste confirmou a ocorrência e destacou que "o Exército Brasileiro não compactua com qualquer tipo de irregularidade, repudiando veementemente atitudes e comportamentos não condizentes com os valores e a cultura militares".

Últimas de Rio De Janeiro