Circulação de trens no Jacarezinho é interrompida por operação policial

Segundo Supervia, interrupção do serviço é 'medida de segurança'. Civil faz ações na comunidade desde a última sexta-feira

Por O Dia

Rio - Uma operação policial na comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte, na tarde desta segunda-feira, interrompe parcialmente a circulação de trens no ramal Belford Roxo. De acordo com a Supervia, os trens não estão circulando entre as estações Central do Brasil e Jacarezinho. A operação do ramal só acontece entre Del Castilho e Belford Roxo e segundo a concessionária, "a medida tem por objetivo garantir a integridade de passageiros e funcionários".

Ainda segundo a Supervia, "esta é a 20ª vez esse ano que a circulção de trens precisa ser interrompida parcialmente, sendo as três últimas ocorrências registradas no último fim de semana."

"O ramal Belford Roxo é o mais afetado e já precisou ser parcialmente interrompido 16 vezes por causa de tiroteios em áreas perto da linha férrea", diz a Supervia em nota.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, a Polícia Civil e Militar estão na comunidade e ação pode provocar interdições em vias no entorno da comunidade.

Através das redes sociais, moradores relatam tiroteio. Por causa do confronto, a Clínica da Família Anthidio Dias da Silveira suspendeu o atendimento por volta das 15h, informou a Secretaria municipal de Saúde. Ainda não há informações de feridos ou mortos.

A Polícia Civil realiza operações na comunidade desde a última sexta. Na ocasião, o policial Bruno Guimarães Buhler, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), foi baleado no pescoço e morreu.

 

Últimas de Rio De Janeiro