Foto de estátua de Michael Jackson no Santa Marta com fuzil circula na Internet

O monumento, inaugurado em 2010, é uma homenagem à visita e à gravação de um clipe do astro pop na comunidade em 1996

Por O Dia

Criminosos colocaram fuzil em estátua de Michel Jackson no Morro Santa Marta%2C em BotafogoReprodução

Rio - O símbolo de amor de uma comunidade ao ídolo pop que a exibiu para o mundo como lugar de alegria e festa ganhou a mácula da onda de violência que tomou conta do Rio e pode ser vista agora como símbolo da impotência da lei contra o crime.

A estátua do cantor Michael Jackson no Morro Dona Marta, em Botafogo, homenagem pela gravação do clipe de "They Don't Care About Us", em 1996, ganhou um acessório inesperado e indesejável: um fuzil. A fotografia viralizou na Internet. 

A foto é recente, mas a polícia disse que não há informações sobre a data exata. A UPP local já identificou os autores da imagem e procura os criminosos.

A estátua de Michael Jackson foi criada pelo artista plástico Ique e virou ponto turístico da comunidade, atraindo pessoas do mundo inteiro. Em 2015, ela chegou a ser alvo de vândalos e os óculos foram arrancados, mas repostos pouco depois. 

A comunidade foi a primeira a receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), em 2008. Procurada, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou que o setor de inteligência da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Santa Marta já identificou os suspeitos — alguns com mandado de prisão em aberto — e está realizando uma ação para prendê-los.

Segundo a UPP, os criminosos fazem parte da quadrilha de Marco Pollo Lima dos Santos, conhecido como Mãozinha, que estava foragido da Justiça e foi preso pela unidade no último dia 27.

De acordo com a polícia pacificadora, a foto possivelmente foi tirada no início da manhã, período onde há maior movimento nas vielas e momento em que os traficantes se aproveitam para circular sem risco de confrontos com policiais da UPP.

Últimas de Rio De Janeiro