Morre mototaxista baleado no Jacarezinho

Homem estava internado há seis dias no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio

Por O Dia

André Luis Medeiros Reprodução Internet

Rio - O mototaxista André Luis Medeiros, baleado no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, na última sexta-feira, morreu nesta quarta-feira. O homem estava internado há seis dias no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

Na ocasião, André foi baleado na perna e foi socorrido por moradores. Ele foi atingido por disparos durante o primeiro dia confronto no Jacarezinho, que já dura seis dias consecutivos.

No mesmo dia em que André foi baleado, o policial civil da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Bruno Guimarães, foi morto com um tiro no pescoço e um adolescente foi atingido no tórax. 

Na tarde de terça-feira, um verdureiro identificado como Sebastião Sabino da Silva, de 46 anos, foi morto atingido por um disparo, enquanto trabalhava em sua banca, e uma outra moradora foi ferida de raspão no rosto. A mulher de 30 anos foi levada para o Hospital Geral de Bonsucesso, mas foi liberada.

Portal oferece recompensa de R$ 50 mil por suspeitos de matar policial 

Portal oferece recompensa por informações que levem a prisão dos suspeitos de matar policial civilDivulgação

O Portal dos Procurados divulgou um cartaz, na manhã desta quarta-feira, com recompensa de R$ 50 mil por informações que ajudem a identificar e prender os envolvidos na morte do policial civil Bruno Guimarães Buhler.

O agente, que era lotado na na Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), foi assassinado durante um confronto no Jacarezinho, nesta sexta-feira. 

O Portal pede para quem tiver informações a respeito da localização dos suspeitos denuncie através do WhatsApp ou Telegram do Procurados (21) 98849-6099; atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook e pelo aplicativo do Disque Denúncia. O anonimato é garantido em todos os canais de denúncia. 


Últimas de Rio De Janeiro