Jacarezinho tem novo tiroteio após manhã tranquila

Confronto entre policiais e traficantes aconteceu na altura do Buraco do Lacerda, na tarde deste sábado

Por O Dia

Rio - Após uma manhã tranquila, depois de oito dias de confronto consecutivos, moradores voltaram a ficar assustados com um tiroteio na tarde deste sábado. Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Jacarezinho, policiais foram checar uma denúncia sobre a presença de criminosos armados na região do Buraco do Lacerda, por volta das 14h, quando foram recebidos a tiros.

Ainda de acordo com a polícia, os homens conseguiram fugir. Até o momento, não há registro de presos ou feridos na ação. 

Um vídeo compartilhado no Facebook mostra motoristas assustados retornando na contramão na Avenida Dom Hélder Câmara, via que margeia a comunidade. Nas imagens, também é possivel ouvir moradores comentando que um transformador teria sido atingido por tiros, o que teria causado falta de energia.

Motorista retorna na contramão na Avenida Dom Helder Câmara ao perceber tiroteio no JacarezinhoReprodução Internet

Violência sem fim 

Nos últimos oito dias, cinco pessoas foram mortas e três ficaram feridas em confrontos entre policiais e traficantes no Jacarezinho. Entre as vítimas fatais estão o policial da Core, Bruno Buhler; o mototaxista, André Luis Medeiros; o verdureiro, Sebastião Sabino da Silva; e dois homens que não tiveram a identidade revelada.

Já entre os baleados estão uma mulher de 30 anos, um adolescente e um homem, que seria traficante, identificado como Moisés Martins Alves. Um cachorro também foi atingido. 

Além disso, um veículo blindado da Polícia Civil (caveirão) foi atacado e incendiado por criminosos durante uma operação policial na favela. Um helicóptero da Civil, que dava apoio à ação, também  teve de pousar duas vezes, por suspeita de que tivesse sido atingido por tiros. Nenhum disparo, porém, acertou a aeronave.

No dia 11 de agosto, a Polícia Civil e a Força Nacional fizeram uma operação contra o roubo de cargas e o tráfico de drogas em Manguinhos e no Jacarezinho. Entre as quinze pessoas presas, estava um homem considerado pela polícia o maior receptador de cargas roubadas na região. Também foram apreendidos 38 veículos roubados, além de grande quantidade de drogas.

*Com informações do Estadão Conteúdo


Últimas de Rio De Janeiro