Trânsito muda na Central

Por conta da expansão do VLT, vias têm circulação alterada a partir de amanhã

Por O Dia

Rio - Motoristas devem ficar atentos com a nova configuração do trânsito na região na Central do Brasil a partir de amanhã. Por conta da implantação do novo trecho do VLT Carioca, que entrará em fase de testes, algumas vias terão sentido invertido e a Praça Duque de Caxias ficará exclusiva para passagem do bonde moderno.

A partir das 22h de amanhã, os veículos que vêm da Rua Visconde da Gávea não poderão mais seguir em frente pela Praça Duque de Caxias para chegar à Avenida Presidente Vargas. Será obrigatório dobrar à esquerda na Avenida Marechal Floriano com acesso à Avenida Presidente Vargas via Avenida Tomé de Souza, que passa a operar em mão única. A nova configuração é de caráter definitivo.

Por conta da expansão do VLT%2C vias têm circulação alterada a partir de amanhãDivulgação

Para orientar os motoristas, a prefeitura e a concessionária VLT Carioca vão implantar placas e faixas informativas ao longo do trajeto. Agentes da CET-Rio e da empresa darão auxílio nas ruas. Também serão instalados painéis de mensagens variáveis com as alterações na chegada ao Centro.

AMPLIAÇÃO

A linha 2 do VLT, que começa na estação Praia Formosa e vai até à Praça XV, atualmente faz quatro paradas, em trajeto considerado parcial, e será ampliada em mais duas novas estações: Vila Olímpica e Central do Brasil. Na volta da Praça XV, o percurso será desviado da estação Central para as estações pretencentes a Linha 1: Gamboa, Santo Cristo, Cordeiro da Graça e, por fim, a Rodoviária.

Atualmente, o VLT Carioca transporta, em média, 40 mil pessoas por dia, com picos próximos a 50 mil nos dias de maior movimento. As duas linhas funcionam das 6h às 0h. O tempo de intervalo na linha 1 (Rodoviária- Santos Dumont) é de 7 minutos, entre 8h e 18h. Já na Linha 2 (Saara- Praça XV), é de 8 minutos nos horários de pico. 

Do estagiário Matheus Ambrósio, sob supervisão de de Angélica Fernandes

Últimas de Rio De Janeiro