Confusão entre Guarda Municipal e camelôs em Bangu termina com um detido

Ambulante portava bombas caseiras e foi levado para a delegacia

Por O Dia

Rio - Uma operação da Guarda Municipal, nesta segunda-feira, terminou em confusão entre guardas e ambulantes no Calçadão de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A Polícia Militar foi acionada para conter o tumulto, que fechou ruas e lojas na região.

Um camelô foi levado pela GM para a delegacia após lançar bombas caseiras contra os guardas. Tadeu Henrique dos Santos Lopes Pedro, de 23 anos, foi conduzido à 34ª DP (Bangu). Ele já tinha passagem pela polícia por uma agressão a um guarda municipal.

Segundo a assessoria da GM, o rapaz estava com um grupo na passarela que dá acesso à estação de trem do bairro lançando bombas no momento do início da operação. Com ele, foram apreendidas duas bombas caseiras, do tipo malvinas e um isqueiro.

A Guarda Municipal afirma que o tumulto começou quando um grupo de cerca de 40 ambulantes coagiram lojistas a fecharem estabelecimentos, como forma de protesto por conta do patrulhamento promovido pela GM, desde o início da semana passada.

Uma viatura da corporação foi danificada após uma pedrada, mas não houve feridos. Os guardas continuavam no local até o começo da noite. 

Últimas de Rio De Janeiro