Preso criminoso que atropelou e roubou grávida na Zona Norte

Flávia Ahrends perdeu o bebê após o crime, no dia 7 de julho. Homem disse que queria atropelar o marido de Flávia, pois desconfiou que ele fosse policial militar

Por O Dia

Rio - Policiais da 21ªDP (Bonsucesso) prenderam Brendon Arruda, de 19 anos, que confessou ter atropelado a empresária Flávia Ahrends no bairro de Higienópolis, Zona Norte, no dia 7 de julho. Ela estava grávida de três meses e perdeu o bebê devido aos ferimentos. Brendon disse que tinha como objetivo atropelar o marido de Flávia, após ter desconfiado que ele fosse um policial militar.

Criminoso ainda usava carro utilizado no crime%2C com a placa alteradaWhatsApp O DIA (98762-8248)

"Ele é frio e admitiu o crime assim que foi indagado a respeito. Estava usando o celular da vítima esse tempo todo", afirmou Wellington Vieira, titular da delegacia.

O criminoso foi preso na Tijuca, na noite desta segunda-feira, após sair de uma entrevista de emprego para uma farmácia do bairro. Ele estava dirigindo o mesmo carro utilizado no atropelamento. "Como as imagens do crime circularam na imprensa, ele alterou placa pintando a primeira letra. No lugar do I fez um E", afirmou o delegado.

O marido de Flávia, Eduardo Baptista, esteve na delegacia e reconheceu Brendon. A polícia tenta identificar o outro assaltante, que estava no banco do carona. Por enquanto, Brendon foi indiciado pela receptação e adulteração do carro roubado. O delegado já pediu a sua prisão pelo roubo seguido de lesão corporal grave, cuja pena pode chegar a 20 anos em regime fechado. 


Últimas de Rio De Janeiro