Informe: o quebra-cabeça de Crivella

Para obter votos favoráveis ao reajuste do IPTU, a prefeitura estuda mudança na Subsecretaria de Esportes

Por O Dia

Rio - Para obter votos favoráveis ao reajuste do IPTU, a prefeitura estuda mudança na Subsecretaria de Esportes e já até elaborou uma saída honrosa para Patrícia Amorim, que comanda a pasta. Ex-atleta olímpica, ela deve ganhar um cargo para cuidar dos equipamentos olímpicos. Em seu lugar, provavelmente assumirá alguém indicado pelo PMDB.

Já o deputado Pedro Fernandes (PMDB) está com a faca e o queijo na mão para ocupar a vaga de Teresa Bergher (PSDB) à frente da Secretaria de Assistência Social. Basta que sua mãe, a vereadora Rosa Fernandes (PMDB), vote com o governo. A posse de Pedro, porém, está condicionada a um acordo para que migre, na janela de transferência, para o PRB do prefeito Marcelo Crivella.

Crítica
A Crivella, uma pessoa de sua confiança fez uma ressalva: “O Pedro detonava o (governador) Pezão (PMDB) quando era secretário estadual por falta de estrutura. Por que não fará isso com a gente? A prefeitura está mal das pernas.”

Resposta
Procurado pela Coluna, Fernandes rebateu: “Minha crítica ao governador ocorreu porque a estrutura prometida não se concretizou com o pagamento dos servidores. Ressalto que o prefeito ainda não me procurou para fazer nenhum convite para a Secretaria de Assistência Social”.

Mais um no páreo
Na briga pela Assistência Social também estão os nove vereadores do ‘Rio de Verdade’, bloco criado ontem na Câmara por parlamentares de primeiro mandato e liderado por Felipe Michel (PSDB). Há quem diga que o grupo também se animaria com o comando da Subsecretaria de Esportes.

Pós-IPTU
O fato é que as negociações estão a mil, mas as nomeações só devem ser publicadas depois da votação, quando Crivella saberá quem apoiou o governo.

Apreendido e devolvido
Já tem uns três meses que o conselheiro Aloysio Neves, afastado do Tribunal de Contas do Estado, volta e meia é visto on-line no WhatsApp — com foto e tudo. Ele teve o celular apreendido pela Operação Lava Jato em março. A Polícia Federal não informou se o celular já foi devolvido, se a linha foi passada para outra pessoa ou se se trata de um policial usando o aplicativo.

Alto lá!
Prefeito de Macaé, Dr. Aluizio (PMDB) lançou a campanha ‘Menos royalties, mais empregos’, que sustenta que a redução dos repasses aumentaria a produtividade e a geração de empregos. Mas esqueceu de combinar com os russos. Outros prefeitos fluminenses estão uma fera. 

Últimas de Rio De Janeiro