Informe: comanda individual vira lei

Projeto entrará em vigor no dia 5 de dezembro, 90 dias após a publicação no Diário Oficial

Por O Dia

Rio - Bares e restaurantes cariocas serão obrigados a fornecer comanda individual aos clientes que solicitarem. A novidade evitará aquela velha dor de cabeça quando, ao final de confraternizações, o último a ficar no local acaba tendo que se responsabilizar pelo que foi consumido por toda a mesa. Ou, ainda, quando um cliente que pouco consumiu acaba tendo que rachar o valor total da conta.

De autoria do vereador Thiago K. Ribeiro (PMDB), o projeto de lei havia sido rejeitado pelo prefeito Marcelo Crivella, mas a Câmara Municipal derrubou o veto. A lei entrará em vigor no dia 5 de dezembro, 90 dias após a publicação no Diário Oficial.

Argumento

Donos de bares e restaurantes contrários à medida dizem que a lei dificultará o funcionamento das casas e dará mais trabalho aos garçons.

Argumento 2

Já Thiago K. Ribeiro afirma que a lei ajudará a turbinar o movimento nesses locais: “Hoje muita gente deixa de sair porque, com pouco dinheiro, sabe que terá que pagar um valor alto caso se sente na mesa com os amigos. A lei permitirá que essa pessoa possa, por exemplo, consumir um ou dois chopes sem ter que passar por constrangimentos”.

Chacrinha na Alerj?

Filho de Chacrinha, o também apresentador de televisão Leleco Barbosa, 66 anos, foi convidado pelo vice-governador Francisco Dornelles (PP) para ser candidato a deputado estadual no ano que vem pelo PP. Filiado ao PMDB desde 1988, Leleco disse que aceitará a proposta caso prevaleça, na Reforma Política, o Distritão — modelo no qual se elegem os mais votados, sem coligações.

2 vagas, 70 candidatos

A expectativa na Assembleia Legislativa é que, em breve, ao menos duas vagas no cobiçado Tribunal de Contas do Estado sejam destinadas a deputados estaduais — dos sete conselheiros do TCE, seis estão afastados por denúncia de corrupção.

Ausente, mas presente

A foto do vereador Dr. Gilberto (PMN), preso dia 8 de agosto por suspeita de corrupção no IML, continua aparecendo no telão instalado acima dos elevadores na Câmara Municipal.

Constatação

É nítida a diferença de preparo dos seguranças da Alerj e da Câmara no trato com jornalistas. Enquanto na Alerj repórteres são tratados de forma respeitosa e educada, o mesmo não se pode dizer no Palácio Pedro Ernesto.

Apoio de 26 vereadores

Tânia Bastos (PRB) homenageará, dia 11, o presidente do Procon-RJ, Jorge Braz, com a Medalha Pedro Ernesto.


Últimas de Rio De Janeiro