Adolescente confessa participação na morte de PM e é apreendido

Thiago Rodriguez da Silva foi assassinado em agosto deste ano em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por três pessoas

Por O Dia

Rio - Um adolescente de 16 anos foi apreendido por policiais da 58ª DP (Posse), na última quarta-feira, após confessar participação na morte do policial militar Thiago Rodriguez da Silva, assassinado em agosto deste ano. A vítima foi o 98º policial morto de um total de 103 policiais.

O adolescente foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) para prestar maiores esclarecimentos acerca dos fatos. Segundo a polícia, o PM foi sequestrado na porta de casa ao sair de carro por três pessoas: Ítalo Pessanha Bernardino, o adolescente e outra pessoa ainda não identificada. O caso aconteceu no bairro Nova Era, em Nova Iguaçu.

Ítalo, de 20 anos, estava em liberdade há pouco mais de um mês antes do crime, após a Justiça substituir a pena à qual havia sido condenado por prestação de serviços à comunidade. 

O trio foi flagrado por câmeras de segurança de um posto de gasolina correndo e, em seguida, entrando em ônibus com destino ao bairro Danon, também em Nova Iguaçu.

Thiago Rodriguez da Silva foi encontrado morto com marcas de tiros dentro do seu carro, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O agente tinha 32 anos e estava há seis na corporação. Thiago era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Ladeira dos Tabajara, na Zona Sul do Rio. 


Últimas de Rio De Janeiro