Informe: TCE gasta R$ 8 milhões a menos no primeiro semestre

A estimativa do tribunal é que, em relação a 2016, a economia chegue a R$ 16 milhões até o fim do ano

Por O Dia

Rio - Em meio a tantas más notícias, uma exceção. Sob novo comando, o Tribunal de Contas do Estado deu exemplo e conseguiu gastar R$ 8 milhões a menos no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2016.

A despesa mensal com salários e encargos despencou R$ 1.858.143,04 após a conselheira Marianna Montebello assumir interinamente a presidência do tribunal, em março. Também houve economia de R$ 800 mil no contrato anual com a Microsoft, que custava R$ 2,5 milhões.

A conta de telefone caiu R$ 50 mil, já que foram bloqueadas chamadas dos fixos para celulares, DDD e DDI. Toda a reestruturação foi coordenada pela Subsecretaria de Gestão e Finanças do TCE.

Segue

A estimativa do tribunal é que, em relação a 2016, a economia chegue a R$ 16 milhões até o fim do ano.

Vale lembrar

Funcionária concursada do TCE, Marianna assumiu interinamente a presidência após o afastamento dos outros seis conselheiros por suspeita de corrupção.

Lava Jato

O Ministério Público do Rio quer anular uma cláusula em acordos de delação premiada já celebrados — a que beneficiou delatores permitindo que não respondam pelo crime de improbidade administrativa. Alega que a prerrogativa em casos de improbidade é do MPRJ, e não do MPF, e cita decisão favorável do ministro Edson Fachin, do STF, em situação semelhante também na Lava Jato.

E agora?

Ocorre que, diferentemente do caso analisado por Fachin, desta vez as delações já foram homologadas pela Justiça.

Equipe pós-Janot

Escolhida pela futura procuradora-geral da República, Rachel Dodge, para comandar a Secretaria-Geral do Ministério Público da União, Zani Cajueiro passou a juventude em Campos dos Goytacazes. Como procuradora do MPF no Rio, Zani atuou no caso da Ciclovia Niemeyer, que despencou e matou duas pessoas no ano passado.

Chef Picciani

Jorge Picciani (PMDB), que retirou a bexiga e a próstata para se tratar de um câncer, está com infecção urinária. Mas o presidente da Assembleia Legislativa pretende retornar ao batente no início de outubro. “Não estou acostumado a passar tanto tempo em casa. Já vi tudo quanto é filme e tenho passado um bom tempo na cozinha”, diz ele, que, sem negar as origens, aventura-se nas culinárias árabe e italiana.

Olho na balança

Picciani, que chegou a emagrecer 11 quilos após a cirurgia, já recuperou nove. Está com 96. O tratamento com antibióticos foi finalizado no sábado.

Os órfãos de Lula

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes investe no eleitorado da Baixada. Dá palestra hoje em Nova Iguaçu e amanhã vai a Caxias e a Mesquita. Avalia que, com a possibilidade de Lula não conseguir se candidatar, pode atrair votos que iriam para o petista.

Racismo nos estádios

A Alerj votará hoje projeto de lei que pune times em até R$ 155 mil caso a torcida pratique racismo.

Climão em Brasília

Na visita de artistas à Câmara, Luis Fernando Guimarães reclamou, bem alto, da “lerdeza” dos colegas para se locomover pelo local. Estava entre Susana Vieira e Arlete Salles

Últimas de Rio De Janeiro