Menino ferido em explosão de bomba caseira perde a visão de um olho

Duas crianças acharam sacola com o artefato enquanto brincavam no quintal da casa da avó, em Honório Gurgel. Polícia investiga o caso

Por O Dia

Rio - Um dos meninos feridos durante a explosão de uma bomba caseira em Honório Gurgel, na Zona Norte, na quarta-feira, perdeu a visão do olho direito. Ian Victor, 9 anos, passou por uma cirurgia e sofreu uma lesão em um das córneas e ferimentos nos membros inferiores causados por estilhaços do artefato. O garoto foi transferido para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, e apresenta estado de saúde estável. Porém, não há previsão de alta médica. 

Já o outro menino, Tauhan Bastos de Almeida, de 11 anos, foi transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, e também apresenta estado de saúde estável. Ambos estavam internados no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. 

Segundo o pai de Ian, Fabiano de Almeida, de 36 anos, as crianças brincavam no quintal da casa da avó quando acharam uma sacola plástica. Eles tentaram abrir e como não conseguiram, bateram no saco com um pedaço de madeira, causando a explosão. 

"Foi um anjo que segurou meu filho e meu sobrinho. Agora, só queremos que eles se recuperem e voltem para casa", disse Fabiano, que prestou depoimento no início da tarde desta quinta-feira. 

O caso está sendo investigado pela 40ª DP (Honório Gurgel). Segundo o delegado Marcio Petra, uma perícia foi realizada no local e agora será traçada a linha de investigação. "Tem uma comunidade atrás do terreno. Acreditamos que algum traficante em fuga tenha jogado a sacola na árvore", afirmou o delegado. 

Últimas de Rio De Janeiro