Tiroteio na Rocinha deixa uma pessoa morta

Confronto entre traficantes também deixou três feridos, segundo a polícia

Por O Dia

Rio - Uma homem morreu durante um intenso tiroteio entre traficantes, na manhã deste domingo, na Rocinha, Zona Sul do Rio. O corpo de Thiago Fernandes da Silva foi encontrado na Rua Dois, no interior da comunidade. Segundo a Divisão de Homicídios, o rapaz tem passagens pela polícia por tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

Uma pessoa morreu durante confronto entre traficantes na Rocinhareprodução internet

Outras três pessoas ficaram feridas de acordo com a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Rocinha. Das três vítimas, duas foram socorridas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, e uma para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. 

Um vídeo publicado na página Onde Tem Tiroteio, no Facebook, mostra o intenso confronto. Na mesma rede social, havia relatos que havia pontos da Rocinha sem energia elétrica e com vazamento de água, por causa dos tiros. O Metrô Rio chegou a fechar, por medidas de segurança, os acessos A e C da estação São Conrado.

Tiroteio na Rocinha deixa carro perfurado por balasReprodução Internet

Segundo a polícia, os ataques à Rocinha foram ordenados pelo traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, que está preso na Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia.

Atualmente a Rocinha é dominada pelo traficante Rogério Avelino da Silva, conhecido como Rogério 157, um dos presos pela invasão ao Hotel Intercontinental, em São Conrado, em 2010, e libertado em janeiro de 2012 por uma decisão da justiça.

Investigações apontam que os confrontos atuais aconteceram por um racha na aliança entre Nem e Rogério em razão da morte de Ítalo de Jesus Campos, conhecido como Perninha. Ítalo teria sido morto a mando de Rogério em agosto deste ano. O bandido também havia sido preso em 2010 pela invasão ao hotel, sendo solto pela mesma decisão judicial que beneficiou Rogério 157 em 2012.


Últimas de Rio De Janeiro