Mulher presa suspeita de matar o pai fez homenagem no Dia dos Pais

'É um amor e uma saudade que não tem fim', escreveu jovem

Por O Dia

Rio - Jéssica Coutinho, 30 anos, apontada pela Delegacia de Homicídios (DH) como a autora do assassinato do pai Paulo César Coutinho, de 55 anos, publicou uma homengem póstuma neste Dia dos Pais — um ano após o crime —  em seu perfil em uma rede social.

Mulher que matou o pai postou homenagem a ele em rede socialReprodução Internet

"Meu primeiro dia dos pais sem meu herói. Dar somente esse dia para ele é pouco pois ele foi pai, mãe, melhor amigo e tudo mais que eu precisei. É um amor e uma saudade que nem tem fim", escreveu a jovem em trecho da publicação, que tinha ainda uma foto dos dois juntos. 

De acordo com as investigações da DH, a filha matou o pai, no dia 29 de agosto de 2016, com um tiro na nuca para ficar com a herança avaliada em R$ 500 mil. A vítima era dona de um bar e oito quitinetes, na Pavuna, Zona Norte do Rio. 

"Não se passa um dia que em que eu não pense em como tudo seria se ele estivesse aqui! É triste mas não posso reclamar, vivi 30 anos com o melhor pai do mundo. Passamos por várias aventuras e tragédias. Um homem forte, humilde e trabalhador, que mesmo com tantas adversidades e pessoas de caráter duvidoso nunca deixou de estender a mão e de sorrir", escreveu a jovem em outro trecho.

Inicialmente o caso foi registrado como latrocínio. Jessica, que estava na residência no momento do crime, disse a polícia que um criminoso havia entrado na casa e, após luta corporal, teria matado seu pai. Entretanto, a polícia conseguiu comprovar através de  depoimentos, imagens, perícias do local e reprodução simulada que Jessica era a culpada e cometeu o crime para ficar com imóveis residenciais e comerciais. 

A mulher foi indiciada pelos crimes de homicídio qualificado, fraude processual e denunciação caluniosa, já que durante a investigação apontou um cliente do bar da vítima como o assassino.

"Só tenho a agradecer a Deus pelo presente que foi meu pai, meu maior amor!", concluiu Jéssica a homenagem. 

Últimas de Rio De Janeiro